A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

15/02/2013 14:16

Responsabilidade ambiental - qualidade de cidadão e dever de profissional

Por Ana Cristina Franzoloso (*)

Passamos a primeira década deste século ouvindo repetidamente diversas expressões que nos fazem questionar o que realmente está acontecendo no Brasil e no mundo, como o impacto ambiental, sustentabilidade, lixo reciclável, vida, fim, começo, entre outros.

O planeta passa por sérias dificuldades devido a grande retirada de recursos naturais e o mínimo que é reposto. Como cidadãos, estamos cientes de que somos muitos retirando do planeta e poucos entendem ou percebem o que realmente significa retirar mais do que repor.

Daí a roda viva se inicia, pois além de cidadãos nos tornamos profissionais; empresários, advogados, médicos, cientistas, políticos ou prestadores de serviço que se dedicam intensamente ao desenvolvimento. O planeta fervilha de forma gloriosa o sucesso devido a esses excelentes profissionais, provedores de pesquisa, gestão administrativa e estrategistas, impulsionando a cada segundo a máquina do progresso.

No entanto, diante de tantas realizações esquecemos que para desfrutar deste desenvolvimento torna-se necessário alimentar e cuidar daquele que nos proporciona a casa milésimo de segundo os meios para tudo isso: o planeta. Afinal, não conseguimos nos imaginar buscando desenvolvimento sem nos abastecermos de água, alimento, energia, entre outras necessidades.

A responsabilidade ambiental encontra-se neste caminho, primeiro como cidadão consciente da necessidade do entendimento do que significa planeta sustentável e em seguida como profissional capacitado para gerir estratégias que ocasionem esse resultado.

(*)Ana Cristina Franzoloso é professora de administração e contábeis do Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande

Cisão societária e contratos administrativos
A Lei federal n. 8.666/93 estabelece que a cisão não admitida no edital e no contrato constitui motivo para a rescisão contratual (art. 78, VI). Ao c...
Delinha: memória em formato de canção
Três desencontros. O quarto receava o fim dos três primeiros. Só que dessa vez, o encontro tinha destino e local definido. Foi em Campo Grande, lá no...
O futuro e a força da verdade
Muitos países, com exportações em nível inferior aos seus compromissos em dólar, acabaram se tornando dependentes de financiar seus déficits nas cont...
Código Comercial X Burocracia
O novo Código Comercial - discutido recentemente na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul - está há sete anos em tramitação, aliás, são duas p...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions