A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

12/10/2016 10:21

Sabor de nostalgia: quais delícias marcaram a sua infância?

Por Thaís Vargas (*)

Na infância podemos gerar memórias que podem ser levadas para toda a vida. Não é à toa que a chamada comfort food ganha cada vez mais espaço na alimentação e no coração dos brasileiros. Em datas como o Dia das Crianças então, a sensação de nostalgia é imensa. Não demora a vir na memória lembranças das tardes de domingo na casa dos nossos avós, das festas de aniversários e dos feriados em família.

Junto com a recordação, em alguns casos, conseguimos até sentir os aromas e sabores que fizeram parte de momentos tão especiais. Esses poderosos alimentos, responsáveis por nos proporcionar uma agradável e nostálgica sensação de prazer, fazem parte da gastronomia conhecida como comfort food. Contudo, apesar do nome parecer sofisticado, o grande segredo dessa culinária está na simplicidade das coisas.

Seus pratos não precisam ser contemporâneos, modernos ou gourmet, mas se alguns desses estilos te fizerem recordar um momento especial, pode ser também. A essência da comfort food é representar o resgate do prazer de consumir uma comida caseira saborosa, preparada com ingredientes saudáveis, de maneira simples, mas com grande valor sentimental.

Outro ponto interessante dessa gastronomia é sua diversidade. Afinal, o que é comfort food pra mim, não é necessariamente pra você. Isso acontece porque, como esses alimentos se relacionam diretamente com a sua história e trajetória, cada pessoa tem as suas preferências e lembranças.

No meu caso, por exemplo, nunca tive dúvidas que uma das comidas que mais me traz boas lembranças são os churros, em especial, o tradicional: doce de leite. Mas, para você pode ser um bolo de cenoura com cobertura de chocolate ou até bolinhos de chuva! A escolha sempre será sua!

A boa notícia é que como no Brasil essa tendência começou a ser explorada com mais intensidade nos últimos anos, agora é mais fácil matarmos nossos desejos por esses quitutes do amor! Afinal, quem nunca passou por um quiosque no shopping, sentiu aquele cheirinho de churros fresquinhos e conseguiu passar direto sem dar uma paradinha? É simplesmente irresistível, pelo menos pra mim! Por isso, aproveite o Dia das Crianças para reviver um pouco das experiências de sua infância relembrando aqueles sabores tão inesquecíveis. É impossível se arrepender de fazer uma viagem no tempo tão saborosa!

(*) Thaís Vargas é sócia-fundadora da franquia de churros gourmet Loucos por Churros

A bolha da saúde brasileira está prestes a explodir
A crise econômica e o crescente índice de desemprego da população brasileira refletiram diretamente no setor da saúde. Recente estudo revelou que mai...
Marchinhas do coração
Sei que existem as marchinhas preferidas do coração. São as do passado ou do presente, mas não é delas que quero falar, e, sim, do sofrido coração br...
Reforma da Previdência: aprofundando o deserto na vida dos trabalhadores
O cinema enquanto “sétima arte” muitas vezes busca retratar realidades cotidianas na telona. Não foi diferente o filme “Eu, Daniel Blake”, ganhador d...
O dilema das prisões brasileiras
No último mês de janeiro assistimos, estarrecidos, às rebeliões nos presídios de Manaus, Boa Vista e Natal. As cenas de corpos sem cabeças chocaram a...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions