ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

Bonito se prepara para novo "boom" turístico com obras em acessos estratégicos

Em reta final de conclusão, Estrada do 21 e Rodovia do Turismo prometem mais conforto aos visitantes

Por Jhefferson Gamarra | 01/02/2024 16:29
Trecho da Estrada do 21, que está em fase final de conclusão (Foto: Chico Ribeiro)
Trecho da Estrada do 21, que está em fase final de conclusão (Foto: Chico Ribeiro)

As obras na rodovia MS-345, conhecida como Estrada do 21, estão na reta final, faltando apenas 6 quilômetros de pavimentação. Com previsão de conclusão até abril, a estrada que liga Bonito a Anastácio, e que vai encurtar a distância em 40 quilômetros entre Campo Grande e Bonito, surge como um divisor de águas para a cidade, impulsionando ainda mais o turismo e atraindo um número maior de visitantes em busca de aventuras naturais.

Para quem parte de Campo Grande rumo a Bonito, a nova rodovia de asfalto encurta a viagem em 80 quilômetros pela BR-262, considerando 40 da ida e 40 da volta, na comparação com o caminho mais utilizado hoje em dia, pela BR-060, passando por Sidrolândia, Maracaju, Nioaque e Guia Lopes da Laguna.

Com as obras próximas à conclusão, Bonito se prepara para receber um aumento significativo no fluxo turístico. Mesmo com recordes em 2023, a cidade busca superar expectativas em 2024. Conforme relatório do OTEB (Observatório do Turismo e Eventos de Bonito), em 2023, Bonito recebeu 313.316 turistas, sendo o melhor público desde 2015.

Relatório do OTEB (Observatório do Turismo e Eventos de Bonito) mostra o aumento no fluxo de visitantes em bonito (Imagem: Reprodução)
Relatório do OTEB (Observatório do Turismo e Eventos de Bonito) mostra o aumento no fluxo de visitantes em bonito (Imagem: Reprodução)

“2023 foi um ano excelente, principalmente devido aos feriados prolongados e a realização de vários eventos na cidade. Acreditamos e estamos trabalhando para 2024 superar 2023, embora tenhamos menos feriados neste ano, o que para o turismo atrapalha de um modo geral”, comenta Janaina Mainchein, coordenadora do Observatório do Turismo de Bonito.

A pavimentação da Estrada do 21 não só encurta distâncias, mas cria também uma conexão direta com o Pantanal, promovendo o trânsito de turistas entre dois dos maiores atrativos do Estado. Além disso, a redução de tempo e quilometragem até a capital favorece a captação de eventos, festivais e congressos sediados em Bonito.

“Acreditamos que vamos ter um aumento de fluxo significativo e vai facilitar muito para o turista que desembarca em Campo Grande. Além de que vai ajudar também na captação de eventos para Bonito, principalmente dos congressos técnico-científicos, como em congressos médicos em que os participantes têm uma agenda mais apertada”, comenta a coordenadora.

Funcionários trablahando no trecho final de pavimentação da Estrada do 21 (Foto: Chico Ribeiro)
Funcionários trablahando no trecho final de pavimentação da Estrada do 21 (Foto: Chico Ribeiro)

Esperada há muito tempo, as obras na Estrada do 21 não representam apenas um avanço em infraestrutura viária para levar turistas aos destinos naturais de Bonito, mas também um impulso para a economia do Distrito de Águas do Miranda, que é um dos destinos para os amantes da pesca esportiva em Mato Grosso do Sul.

“A pavimentação da MS-345 é um sonho da cidade há anos e além de encurtar a distância à Capital, vai facilitar o acesso dos moradores do distrito Águas do Miranda, que também é um importante polo do turismo de pesca em Bonito”, comenta a Juliane Salvadori, secretária de Turismo, Indústria e Comércio de Bonito.

Pavimentação de acesso até o Rio Formoso e ponte que será substituída (Foto: Agesul)
Pavimentação de acesso até o Rio Formoso e ponte que será substituída (Foto: Agesul)

Outro marco nas melhorias viárias da Capital do Ecoturismo é a pavimentação da Rodovia do Turismo, uma estrada vicinal de 10 quilômetros conectando o centro de Bonito aos balneários do Rio Formoso, como o Ecopark Porto da Ilha e o Balneário do Sol.

“A Rodovia do Turismo, que liga a área urbana da cidade aos principais balneários do Rio Formoso, vai garantir ainda mais conforto e segurança aos visitantes”, diz a secretária de Turismo.

Com um investimento de R$ 47 milhões, o trecho asfaltado vai proporcionar mais comodidade aos visitantes que buscam os encantos naturais da região. Para ser considerada concluída, faltam apenas a pintura da sinalização horizontal em alguns trechos da via, assim como a instalação de um pequeno número de tachões e tachinhas. Além da pavimentação, está prevista a construção de uma ponte de concreto e aço sobre o Rio Formoso, respeitando as limitações para manter a natureza do local.

“Agora estamos licitando uma ponte para este trecho, sobre o Rio Formoso, que será mista de aço e concreto. Essa ponte não terá apoio dentro do rio. Os apoios serão nas extremidades, beneficiando o meio ambiente”, comentou o secretário Helio Peluffo, da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística).

O titular da Seilog anunciou ainda que a obra de pavimentação da MS-382, via principal para a Gruta do Lago Azul em Bonito, recebeu a licença ambiental. O documento, emitido pelo órgão ambiental, autoriza a pavimentação de 46,9 quilômetros da rodovia, desde o perímetro urbano de Bonito até a Baía das Garças, na divisa com Porto Murtinho.

O projeto que ainda está em estágio inicial vai facilitar também o acesso a Bonito, principalmente após a efetivação da Rota Bioceânica, tendo Porto Murtinho como entrada de turistas estrangeiros. Segundo o OTEB (Observatório do Turismo e Eventos de Bonito), atualmente, Bonito já recebe muitos turistas do Paraguai, Bolívia e Argentina.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias