ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 18º

Cidades

Campo Grande ganha bandeira amarela, mas 15 cidades pioram no mapa da covid

Na bandeira amarela são liberadas atividades de alto risco, como aulas presenciais dos ensinos fundamental e médio

Por Ângela Kempfer | 24/09/2020 11:06
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Campo Grande melhorou novamente na classificação de risco do Programa Prosseguir, que estabelece o nível de perigo imposto pelo coronavírus. A Capital agora tem nível tolerável e integra a lista dos 31 municípios que melhoraram na avaliação, por conta de redução nas estatísticas da pandemia. No mapa anterior, Campo Grande tinha bandeira amarela, para locais com risco médio.

Na bandeira amarela, segundo o Prosseguir, passam a ser liberadas atividades de alto risco, como aulas presenciais de ensinos fundamental e médio e também em universidades, além de liberação de áreas comuns de condomínios. Até agora, a Capital só havia liberado retorno às escolas de crianças de 0 a 5 anos.

Outros 33 municípios mantiveram a classificação passada e 15 pioraram, a maioria na região Sudoeste de Mato Grosso do Sul.

Desta vez, nenhuma cidade foi considerada em grau extremo de risco, posição classificada com bandeira cinza. Caarapó, que no levantamento anterior era o único município com risco extremo, agora tem a classificação vermelha.

No dia 10 de setembro, quase todo o mapa estava pintado de laranja, apenas 5 municípios apareciam com grau tolerável. Outros 17 tinham bandeira vermelha. Nas últimas duas semanas a classificação ruim migrou.

 Veja o mapa anterior:

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

A Secretaria Estadual de Saúde informou que aumenta a preocupação em Paranaíba e Ponta Porã, com avanço considerável da doença e da taxa de lotação de UTIs nesses locais.. "Isso é resultante da desobediência cega que a população está tendo. Eu entendo que todo mundo está cansado, mas é preciso que alongue por alguns meses o respeito às regras", reclamou o secretário de Saúde, Geraldo Rezende.

O Programa Prosseguir foi criado para manter o equilíbrio entre atividades e controle da covid-19, fixando quais setores podem funcionar de acordo com o nível de risco de proliferação da doença.

"Temos obtido êxito graças a dedicação de todos. Em função disso, talvez, Mato Grosso do Sul esteja em uma posição de destaque no Brasil”, avaliou o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, o Eduardo Corrêa Riedel

Ele também lembrou que a população parece cansada das regras estabelecidas, mas reforçou que não é hora de baixar a guarda contra o coronavírus. "Desde março estamos nesse processo e muito se aprendeu. As pessoas cansam, mas ainda é preciso te cuidado. Temos visto em muitos lugares, a onda voltando, com novos casos".

Dados atualizados - O boletim epidemiológico de hoje (24) acrescenta 13 mortes ao total de vítimas fatais em Mato Grosso do Sul e outros 815 infectados em relação a ontem. Esse números fizeram as média móveis dos últimos 7 dias subir um pouco, para 12 óbitos diários e 661 infectados a cada 24 horas.

"O lado positivo é que superamos a marca de 90% de pacientes curados, mas precisamos ficar vigilantes", comentou o secretário.

Veja em qual classificação o seu município aparece:

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário