ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Conveniência reúne 250 pessoas no "Modão de Sábado" e acaba lacrada

Esta é a terceira vez no mês que a Guarda foi acionada para ir até a estabelecimento por conta da aglomeração

Por Gabriela Couto | 21/02/2021 10:13



Por volta das 20h deste sábado (20), uma conveniência localizada no Bairro São Jorge da Lagoa foi lacrada pela fiscalização do toque de recolher - composta por equipes da Guarda Civil Metropolitana, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano). No local, mais de 250 pessoas estavam aglomerando, por conta de um show sertanejo promovido pelo estabelecimento.

Esta é a terceira vez no mês que a Guarda Civil Metropolitana foi acionada para ir até a estabelecimento por conta da aglomeração. Conforme decreto municipal todos os estabelecimentos devem funcionar com lotação máxima de 40% de sua capacidade e com limite de no máximo 120 pessoas.

Flayer da festa na conveniência que reuniu 250 pessoas, segundo a Guarda (Foto: Reprodução)
Flayer da festa na conveniência que reuniu 250 pessoas, segundo a Guarda (Foto: Reprodução)

Até o dia 26 de fevereiro, o toque de recolher na capital será das 23h às 5h. Entre a noite de ontem e madrugada de hoje, durante a fiscalização da medida restritiva, além da conveniência, também foram abordadas 350 pessoas. Todos foram orientadas a irem para casa e ninguém foi preso.

De acordo com a Guarda, outros 17 estabelecimentos comerciais foram fiscalizados. Pelo número 153, a corporação recebeu 51 denúncias de descumprimento do decreto do toque de recolher.

Em blitz, 144 testes de bafômetro foram realizados, sendo que quatro motoristas se recusaram a realizar o exame de alcoolemia. Três CNH’s foram recolhidas durante as abordagens.

Estebelecimento recebeu lacre da Vigilância Sanitária de Campo Grande (Foto: Guarda Civil Metropolitana/Divulgação)
Estebelecimento recebeu lacre da Vigilância Sanitária de Campo Grande (Foto: Guarda Civil Metropolitana/Divulgação)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário