ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  04    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

Dourados confirma caso de coronavírus e total de cidades afetadas atinge 6 em MS

Teste positivo foi divulgado pela Prefeitura, após receber resultado do Lacen, em Campo Grande

Por Marta Ferreira | 28/03/2020 10:54
Tenda montada ao lado do hospital da vida para atender pacientes em caso de aumento de contágio. (Foto: João Pires/Estado Notícias)
Tenda montada ao lado do hospital da vida para atender pacientes em caso de aumento de contágio. (Foto: João Pires/Estado Notícias)

Um jovem de 21 anos é o primeiro morador de Dourados, a segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul, com 189 mil habitantes, a testar positivo para a presença de coronavírus (Covid-19).  Com isso, passa a seis o número de cidades sul-mato-grossenses com registro da doença pandêmica.

 A prefeitura divulgou a confirmação do caso nesta manhã, informando que o rapaz “se encontra bem e em isolamento domiciliar desde o início dos sintomas”.

 Esse caso ainda não aparece nas estatísticas que, até ontem indicavam 28 casos em Mato Grosso do Sul. Seria, então, a 29ª confirmação desde o primeiro registro oficial no Estado, em 14 de março.

Agora, há ocorrências de coronavírus em Campo Grande, Batayporã em Rio Verde do Mato Grosso, Ponta Porã e Sidrolândia e Dourados.

“Informamos que no início da noite de ontem (27/03/2020) recebemos o primeiro laudo com resultado positivo para COVID-19 do Laboratório Central – MS (LACEN)”, diz a nota divulgada pela prefeitura de Dourados.

O texto informa que o paciente “se encontra bem e em isolamento domiciliar desde o início dos sintomas”.

 Conforme informado, o caso foi captado através de coletas de Unidade Sentinela para Influenza e outros vírus respiratórios. A iniciativa coletadas cinco amostras por semana, às quartas-feiras, e envia ao Lacen.

“Outros casos suspeitos estão em investigação e aguardando laudo laboratorial conforme dados do boletim coronavírus divulgado diariamente”.

Ao divulgar o caso, a prefeitura reforça a necessidade de cuidado com as medidas de prevenção. “Recomendamos a partir de agora atenção especial às medidas de contenção do avanço dessa doença em nosso Município”.

A cidade está com o comércio fechado, as aulas suspensas e com toque de recolher há duas semanas.