ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  16    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

Estoque de sangue sobe após apelo de mãe, mas Hemosul segue em nível de alerta

Bebê em Dourados foi salvo ontem (15) com as duas últimas bolsas de sangue disponíveis na cidade

Por Nyelder Rodrigues | 16/09/2021 10:49
Hemosul fez apelo por doações e número de pessoas que foram ao local aumentou consideravelmente (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Hemosul fez apelo por doações e número de pessoas que foram ao local aumentou consideravelmente (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

Uma mãe sensibilizada após seu bebê recém-nascido receber as últimas duas bolsas de sangue disponíveis em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - realizando uma campanha feita à própria mão e mais o apelo do Hemosul na mídia para reposição de estoques, que estavam zerados em algumas tipagens.

Este foi o cenário em que foram encontrados as reservas de sangue de Mato Grosso do Sul até a tarde de ontem (16), quando as doações começaram a subir após a divulgação da situação e os doadores compareceram para ajudar o próximo.

"Ontem já melhorou muito, foi fantástico o resultado. O pessoal do Choque [Batalhão de Polícia Militar de Choque] veio aqui e doou bastante. Porém, ainda temos que receber mais doações para normalizar, em especial para sangue O+ e O-", comenta gerente de relações públicas do Hemosul, Mayra Franceschi.

De acordo com Mayra, a média de doações diária girava na casa das 70 pessoas indo até o Hemosul diariamente. "Ontem mesmo foram 61 de manhã, mas depois da divulgação da situação na mídia, à tarde vieram outros 143 doadores, totalizando 204 pessoas", explica a gerente, apontando que o ideal é de 200 doações por dia.

"Gira em torno desses 200 por dia, que geram cerca de 160 bolsas, já que existe um porcentual de inaptos. Com esse número, conseguimos sustentar a nossa rede, que coleta de 50% a 60% do que é coletado em todo o Estado", frisa.

Ontem, o Hemosul amanheceu com apenas 15% do estoque necessário do sangue O+, com apenas 36 bolsas disponíveis. Elas foram distribuídas em questão de minutos, conforme a assessoria de imprensa da entidade, ficando zerada.

Outros tipos também com estoque abaixo do necessário eram O-, A+ e A-, além do B+, com apenas 40%, 28%, 36% e 42% do necessário, respectivamente. Conforme o Hemosul, é comum que em época de tempo seco as doenças respiratórias aumentem e afastem os doadores, que evitam procurar fazer a doação de sangue.

Campanha após sufoco - A analista administrativa Jenniffer Arnt, de 33 anos, começou uma campanha para incentivar a doação de sangue do tipo O+ após seu filho, recém-nascido, ter recebido as duas últimas bolsas de sangue do estoque de Dourados, o que o salvou. Contudo, a situação a sensibilizou.

"A enfermeira me disse que eram as duas últimas bolsas de sangue e que haviam dado prioridade para o meu filho. Fiquei com o coração partido, porque outra pessoa que também precisava, ficou sem", contou Jenniffer, que deu à luz no dia 9 de setembro e horas depois, o menino, Leonardo, foi diagnosticado com icterícia grave.

A doença foi causada pela incompatibilidade do sangue da mãe com a dele, o que o fez ser internado na quinta-feira (9) passada na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), em fototerapia. A previsão é que ele tivesse alta hoje.

"O meu sangue é fator negativo e o dele, positivo. Houve contato do meu sangue com o dele e isso aumentou a bilirrubina, que ocasionou o amarelão", conta a mãe. O problema pode trazer sequelas e até levar à morte, pois o excesso de bilirrubina pode chegar ao cérebro, causando lesões que podem gerar até paralisia cerebral.

Confira onde doar sangue em Mato Grosso do Sul: 

HEMOSUL COORDENADOR
Av. Fernando Corrêa da Costa, 1304, Centro - Campo Grande/MS
Fones: (67) 3312-1500 / 3312-1517 - Agendamentos: (67) 3312-1516 / 3312-1529 e (67) 99298-6316 whatsapp
Segunda à Sexta: 7h às 17h
Sábado: 7h às 12h
* 1º e 3º sábado de cada mês o atendimento é das 7h às 17h

HEMOSUL SANTA CASA
Rua Rui Barbosa, 3633, Centro - Campo Grande/MS
Fones: (67) 3322-4135 / (67) 99273-7356 whatsapp
Segunda à Sexta: 7h às 11h

HEMOSUL HOSPITAL REGIONAL - HRMS (FECHADO PARA REFORMA)
Rua Engenheiro Lutherio Lopes, 36, Aero Rancho - Campo Grande/MS
Fone: (67) 3378-2678

HEMOSUL DOURADOS
Rua Waldomiro de Souza, 295, Vila Industrial
Fone: (67) 3424-4192 / (67) 99239-9421 whatsapp
Segundas, Quartas e Sextas: 7h às 12:30h
Terças e Quintas: 7h às 12h e das 13h às 17h
Último sábado de cada mês: 7h às 12h

HEMOSUL TRÊS LAGOAS
Rua Manoel Rodrigues Artez, 520, Colinos
Fone: (67) 3522-7959
Segunda à Sábado: 7h às 12h

HEMOSUL PONTA PORÃ
Rua Sete de Setembro, 1896 - Santa Isabel
Fone: (67) 3431-6134
Segunda à Sexta: 7h às 12h

HEMOSUL PARANAÍBA
Rua Selma Martins de Oliveira, 335, Ipê Branco I
Fone: (67) 3503-1026
Segunda à Sexta: 7h às 11h

HEMOSUL COXIM
Rua Gaspar Reis Coelho, 361, Bloco B - Bairro Flávio Garcia
Fone: (67) 3291-2906
Atendimento quinzenal com agendamento prévio
Segunda: 7h às 11h e das 13h às 17h
Terça: 7h às 11h

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário