ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, TERÇA  19    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Ficar em casa é melhor forma de combater dengue e covid, diz secretário

Durante entrega simbólica de 420 máquinas para serem usadas no combate à dengue, Geraldo Resende apelou para ajuda da população

Por Anahi Zurutuza | 25/11/2020 10:43
Secretário Geraldo Resende durante transmissão ao vivo nesta manhã (Foto: Reprodução)
Secretário Geraldo Resende durante transmissão ao vivo nesta manhã (Foto: Reprodução)

Fica em casa para melhorar as taxas de isolamento social e para cuidar do próprio quintal será a melhor forma de frear essa nova onda da covid-19 e evitar que a pandemia coincida com a epidemia de dengue em Mato Grosso do Sul. O apelo foi feito pelo secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende durante transmissão ao vivo nesta manhã para divulgar a entrega de 420 equipamentos necessários ao combate ao mosquito Aedes aegypti nos 79 municípios sul-mato-grossenses.

“Na quarentena, limpe seu quintal. Esse é o mote, porque nós precisamos efetivamente da participação da população, ficando em casa para que nosso índice de isolamento social melhore. Temos um taxa muito ruim, talvez o pior do País e ao ficar em casa, as pessoas podem verificar seus quintais, suas calhas”, exemplificou.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou a necessidade de a população manter quintais e evitar recipientes que acumulam água, se tornando locais propícios à proliferação do mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus. “A gente sabe que 80% dos criadouros são dentro das residências”.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Isolamento – Conforme levantamento feito pela empresa In Loco, que usa os dados de geolocalização de celulares para verificar a taxa de isolamento social, desde abril, Mato Grosso do Sul tem menos de 50% da população em casa e está sempre dentre os estados com os piores índices. Ontem, dia 24, conforme a última medicação, o isolamento social no Estado ficou em 36%, a 8ª pior taxa dentre as 27 unidades da federação.

Geraldo lembrou que a covid-19 matou em 9 meses 1.738 pessoas em Mato Grosso do Sul – média de 6 por mês –, enquanto a dengue, doença com forma de transmissão e efeitos sobre os organismo de pacientes completamente diferentes, fez 42 vítimas nos 11 meses do ano. “Precisamos evitar que isso avance”.

O governador também comentou a necessidade dos sul-mato-grossenses ajudarem a colocar freio na doença causada pelo novo coronavírus.

“Preservar vidas é prioridade, mas precisamos da conscientização de toda a população, Enquanto a vacina ainda não vem, nós precisamos reforçar ainda mais os métodos que são seguros, de isolamento, uso de máscara, de higienização pessoal, de evitar aglomerações”.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Entrega – Nesta quarta-feira (25), o Governo de Mato Grosso do Sul convidou secretários das quatro principais macrorregiões de saúde do Estado, Campo Grande, Dourados, Corumbá e Três Lagoas para fazer a entrega simbólica de 420 máquinas que serão usadas no combate à dengue daqui para frente, época que por causa das chuvas, aumenta a incidência da doença no Estado.

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) divulgou ter investido R$ 2,5 milhões na compra de 200 borrifadores de inseticida costais, 200 bombas de pressão (para uso externo) e 20 equipamentos que fazem o chamado fumacê.

Além da compra, que dobra a quantidade de aparelhos usados para a aplicação do veneno contra o mosquito, o Estado já investiu neste ano R$ 9 milhões no pagamento de bonificações a agente de combate a endemias.

Estavam presentes no evento, transmitido ao vivo na página oficial do governo do Facebook, os secretários de saúde José Mauro de Castro Filho (Capital), Maria Angelina da Silva Zuque (Três Lagoas), Rogério dos Santos Leite (Corumbá) e Emerson Eduardo Correia, do Núcleo de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde de Dourados. Também o secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel, o coronel Marcello Fraiha, da Diretoria de Saúde do Corpo de Bombeiros, e Larissa Castilho, da Vigilância em Saúde.

Parte dos equipamentos entregues nesta quarta-feira (Foto: Reprodução)
Parte dos equipamentos entregues nesta quarta-feira (Foto: Reprodução)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário