ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  23    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Governo divulga Prosseguir e cidades podem mudar toque de recolher

Dourados registrou grau extremo, enquanto Capital e outros 45 municípios estão com bandeira vermelha

Por Tainá Jara | 26/05/2021 11:59
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O Governo do Estado divulgou o levantamento do último Prosseguir, Programa de Saúde e Segurança da Economia, na manhã desta quarta-feira. Com Dourados com grau extremo e mais 46 municípios, incluindo Campo Grande, com bandeira vermelha, novas medidas restritivas, como o toque de recolher, podem ser instituídas a partir de amanhã.

As novas classificações representam piora no quadro de contaminações e concretizam a ocorrência de uma terceira onda da pandemia, conforme alerta da própria SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Ontem, a reportagem do Campo Grande News divulgou a classificação de bandeira cinza para a segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul. No relatório do dia 12 de maio, o município estava com bandeira vermelha. Os municípios de Guia Lopes da Laguna e Juti, antes em grau extremo, conseguiram voltar para bandeira vermelha.

Representando alto grau de contaminação de covid-19, a cor vermelha foi instituída em 46 municípios. A Capital votou ao patamar, após, no registro anterior, conquistar bandeira laranja, de grau médio, mesmo com a metodologia passando a considerar o índices de vacinação que é de mais de 28%. A previsão é ampliar o horário de toque de recolher das 21h às 5h da manhã.

A classificação da Capital não melhorou, porque a prefeitura zerou três dos seis quesitos monitorados pelo Prosseguir.

Um dos critérios avaliados indica que não houve redução na incidência de Srag (Síndrome Respiratória Aguda Grave) - que é um conjunto de sintomas causados por uma série de fatores, sendo o coronavírus, atualmente, o principal deles.

Além disso, também não houve redução na mortalidade por problemas respiratórios, bem como houve pior avaliação possível quanto ao percentual de leitos públicos destinados a casos de covid-19. Atualmente, segundo o boletim epidemiológico, todos os leitos públicos de terapia intensiva estão ocupados.

Além disso, o município pontuou de forma abaixo da metade na redução de incidência de Srag em populações indígenas, outro fator a ser levantado, bem como na busca ativa e monitoramento dos casos confirmados de coronavírus. Por fim, o único ponto positivo avaliado foi a eficiência na aplicação de vacinas contra a covid - praticamente todas as doses já encaminhadas foram utilizadas e o município tem cerca de 30% de sua população total com ao menos uma dose aplicada.

Durante coletiva nesta manhã, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende reforçou o pedido para que os municípios pratiquem as medidas sanitárias recomendadas pelo governo estadual. "Pedimos que as recomendações sejam seguida por todos os municípios do Estado".

Outros – Também ficaram em bandeira vermelha os seguintes municípios: Água Clara, Amambai, Anastácio, Angélica, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bataguassu, Bodoquena, Bonito, Caarapó, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Coronel Sapucaia, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Eldorado, Fátima do Sul, Guia Lopes da Lagunas, Inocência, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, Jardim, Jutí, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nioaque, Nova Andradina, Paranaíba, Pedro Gomes, Ponta Porã, Porto Murtinho, Rio Brilhante, Rio Verde, Rochedo, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Terenos, Três Lagoas e Vicentina.

Estão em bandeira laranja, considerado de grau médio, as seguintes cidades: Alcinópolis, Anaurilândia, Antônio João, Aral Moreira, Bela Vista, Brasilândia, Corguinho, Dois Irmãos do Buriti, Figueirão, Iguatemi, Japorã, Jaraguari, Jateí, Ladário, Laguna, Carapã, Mundo Novo, Nova Alvorada do Sul, Paranhos, Ribas do Rio Pardo, Selvíria, Sete Quedas e Sonora.

Com bandeira amarela, considerada de grau médio, estão apenas os municípios de Bandeirantes, Batayporã, Caracol, Douradina, Glória de Dourados, Novo Horizonte do Sul, Paraíso das Águas, Rio Negro e Taquarussu.



Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário