ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  22    CAMPO GRANDE 31º

Cidades

Homem tenta na Justiça retirar demissão por furto de carne em frigorífico

Justa causa veio após ele negar passar por revista pessoal e não comparecer no dia seguinte

Por Kamila Alcântara | 17/06/2024 14:19
Sala de desossa de frigorífico brasileiro habilitado para exportação (Foto: Agência Brasil)
Sala de desossa de frigorífico brasileiro habilitado para exportação (Foto: Agência Brasil)

O ex-funcionário de um frigorífico de Nova Andradina, a 298 km de Campo Grande, pediu na Justiça do Trabalho que fosse retirado o registro de demissão por justa causa, mas perdeu. Ele teria furtado uma peça de carne do local e não comparecido ao posto no dia seguinte ao ocorrido.

Segundo a sentença, dada pela juíza Neiva Márcia Chagas, ele não aceitou passar pela revista íntima por ter que ir rápido para casa ajudar a esposa, mas todos visualizaram um volume estranho nas roupas. O rapaz chegou a dizer que se tratava de uma chaira, objeto utilizado para afiar facas.

 Por outro lado, a empresa apresentou imagens do circuito de segurança que revelam o momento em que o autor foi flagrado saindo com volume considerável em suas vestimentas, próximo à cintura, não parou na portaria e fugiu.

“Até se poderia questionar que um pedaço de carne seria um objeto de pouco valor a ensejar a demissão por justa causa. Todavia, essa conduta ganha contornos de maior gravidade quando se trata de um frigorífico, em que essa prática deve ser coibida mais contundentemente”, afirma o  relator do processo, o juiz convocado Marco Antônio de Freitas.

Por conta da justa causa, a pessoa não tem direito às verbas rescisórias.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias