ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Em 1° dia de campanha, Justiça do Trabalho teve 185 audiências de conciliação

Semana Nacional da Conciliação Trabalhista busca chegar a soluções mais rápidas de casos antigos e novos

Por Kamila Alcântara | 20/05/2024 17:10
Conciliadores em audiência on-line com as partes envolvidas (Foto: Alex Machado)
Conciliadores em audiência on-line com as partes envolvidas (Foto: Alex Machado)
Para dar celeridade aos processos que envolvem trabalhador e empregador, o Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região iniciou a 8ª edição da Semana Nacional da Conciliação Trabalhista. Só nesta segunda-feira (20), 185 audiências foram realizadas, com mais de 300 pessoas atendidas.

Diferente do restante do ano, o evento traz a temática de facilitação das negociações entre as partes, onde até os advogados são orientados a chegar ao melhor acordo com seus clientes, para que o caso finalmente seja resolvido. Para a juíza Daniela Peruca, coordenadora do Cejusc (Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania), todos estão ali para resolver os conflitos.

"Nós reunimos processos em uma única semana, faz um atendimento concentrado, reúne todos os nossos conciliadores e mediadores para realmente tentar solucioná-los. E tá todo mundo nesse espírito, nessa energia de composição que acaba contagiando partes e advogados. Então eles já vêm para as audiências já com essa perspectiva de sair da audiência com o processo resolvido", explica a juíza.
Juíza do trabalho Daniela Peruca, coordenadora do Cejusc (Foto: Alex Machado)
Juíza do trabalho Daniela Peruca, coordenadora do Cejusc (Foto: Alex Machado)

Segundo ela, os casos de rescisão indireta são os mais comuns nas audiências e o não depósito do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). “Nós temos também bastante processo com um pedido de indenização por danos morais, assédio moral e fora as verbas rescisórias. A empresa fechou, não pagou ninguém e aí eles entraram pedindo o recebimento das verbas rescisórias. São assim, de forma bem sucinta, o que a gente tem verificado de pedidos mais recorrentes”, destaca.

Além dos trabalhos de conciliação, a equipe traz a "Ouvidoria da Mulher", que oferece suporte no acolhimento e escuta de demandas ligadas à igualdade de gênero, participação feminina e casos de assédio moral, sexual e discriminação no ambiente de trabalho, tanto para o público interno quanto para a sociedade em geral. Também serão realizados encaminhamentos nos casos de violência doméstica.

Em Campo Grande, até a próxima sexta-feira (24), os atendimentos estão sendo feitos no Fórum Trabalhista Senador Ramez Tebet, localizado na Rua Jornalista Belizário Lima, 418, na Vila Glória, das 09h às 17h. A campanha também acontece nos Fóruns dos municípios de Dourados e Três Lagoas.

No ano passado, a Semana Nacional da Conciliação Trabalhista resultou em 5,3 mil pessoas atendidas e 538 acordos, que somaram R$ 18 milhões.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.


Nos siga no Google Notícias