A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

07/06/2019 12:40

Mandante de roubo e mais 8 que fizeram caminhoneiro refém são presos

Por foto, vítima reconheceu quarto na casa de Rosângela Silva de Oliveira como seu cativeiro

Anahi Zurutuza
Rosângela Silva (Foto: PM do MT/Divulgação)Rosângela Silva (Foto: PM do MT/Divulgação)
Clezio Goncalves Vidal (Foto: PM do MT/Divulgação)Clezio Goncalves Vidal (Foto: PM do MT/Divulgação)

Rosângela Silva de Oliveira, de 35 anos, apontada como mandante do roubo de carga, e mais oito integrantes de quadrilha que fez caminhoneiro de Campo Grande refém no Mato Grosso também estão presos. O homem que conduzia o caminhão roubado vítima, Flávio Fonseca de Jesus, de 33 anos, foi o primeiro a ser pego.

De acordo com o apurado pela Gazeta Digital, policiais do 4º Batalhão da Polícia Militar conseguiram localizar um suspeito de ter dado apoio à ação, identificado como Clezio Goncalves Vidal. Ele tinha contra si mandado de prisão em aberto e em depoimento, admitiu a participação e apontou Rosângela como a chefe do bando.

Na casa dela, em Várzea Grande, cidade vizinha a Cuiabá (MT), a polícia encontrou R$ 740 em notas falsas, meia barra de maconha, além de um rastreador de veículos.

Um foto de um dos quartos da casa da Rosângela foi enviada à vítima, que reconheceu o local como o cativeiro. Ele relatou à polícia, ainda conforme apurou a Gazeta, que estava vendado, mas conseguiu ver o piso branco e o teto de PVC.

Em buscas por outros participantes, policiais foram à casa de Ricardo Nunes da Silva Filho, de 20 anos, onde foi encontrada uma pistola calibre 9 mm, também reconhecida pelo caminhoneiro.
Ainda foram presos Paulo de Almeida Canica, de 42 anos, Thais Rodrigues da Silva Barros, 27, Naydan Aparecido de Campos Oliveira, 24, Averlaine Alves da Silva, 21, Jenifer Silva Alves, 18, e Benedito Rondon Neto, 28.

Caminhão foi recuperado na BR-163, perto de Itiquira, no Mato Grosso (Foto: Polícia Civil do MT/Divulgação)Caminhão foi recuperado na BR-163, perto de Itiquira, no Mato Grosso (Foto: Polícia Civil do MT/Divulgação)

O caso – O caminhoneiro, que mora com a família em Campo Grande, havia sido contratado para levar produtos de limpeza até Várzea Grande (MT) e resolveu procurar um site de agência de fretes se havia alguma carga que pudesse transportar na volta a Mato Grosso do Sul, aproveitando a viagem.

Chamado para fazer transporte até Ponta Porã, ele chegou ao endereço onde buscaria a carga por volta das 19h de quarta-feira, quando foi sequestrado.

Na manhã de ontem, a mulher da vítima desconfiou que o marido estivesse em perigo ao falar com ele pelo telefone e procurou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. Foi quando as polícias de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso começaram a trabalhar juntas e negociaram a libertação do caminhoneiro. Detalhes sobre o resgate não foram divulgados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions