ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 26º

Cidades

Mato Grosso do Sul lidera casos de violência contra idosos com 737 registros

Estudo mostra que os idosos têm sido expostos a inúmeras situações de negligência e atos de violência

Por Viviane Oliveira | 19/06/2024 11:28
Repleta de sujeira, casa no Jardim Colúmbia onde a idosa era mantida em cárcere (Foto: Direto das Ruas) 
Repleta de sujeira, casa no Jardim Colúmbia onde a idosa era mantida em cárcere (Foto: Direto das Ruas)

Proporcionalmente, Mato Grosso do Sul é o Estado do país com o maior número de idosos (com 60 anos ou mais) vítimas de violência, conforme os dados da edição de 2024, divulgados pelo Atlas da Violência. MS aparece na liderança das notificações de violência interpessoal, que inclui agressões físicas, psicológica, tortura, sexual, e outras.

O levantamento foi publicado ontem (18), pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em parceria com o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). Os dados são referentes ao ano de 2022.

O estudo mostra que os idosos têm sido expostos a inúmeras situações de negligência e atos de violência, apesar das dificuldades na mensuração da questão. No Estado, a taxa de violência por 100 mil habitantes foi de 209,0 em 2022. Ao todo, foram 737 notificações de violência ao longo do ano, 37 casos a menos se comparados com 2021.

No começo deste mês, reportagem do Campo Grande News, mostrou o caso de uma idosa de 70 anos que era mantida em cárcere pelo marido, de 67 anos, no Jardim Columbia, em Campo Grande. Ela foi resgatada por equipes da GCM (Guarda Civil Metropolitana). A vítima vivia em meio a sujeira, fezes e agentes de saúde eram proibidos de entrar na residência.

O homem foi preso e solto em audiência de custódia dois dias depois. Em depoimento à polícia, o idoso alegou que a esposa é esquizofrênica e toma remédios controlados receitados pelo médico. No entanto, não tinha nem o laudo nem a receita porque joga tudo fora. O casal seria acompanhado pelo CRAS (Centro de Referência e Assistência Social).

Banheiro de casa onde idosa vivia acorrentada pelo filho em 2022. (Foto: Arquivo)
Banheiro de casa onde idosa vivia acorrentada pelo filho em 2022. (Foto: Arquivo)

Segundo o levantamento, a taxa de violência interpessoal aumentou 242,3% para o Brasil entre 2012 e 2022. A maior parte desse aumento ocorreu, principalmente, nos estados do Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Ceará e Pará.

Em 2022, por exemplo, um caso sensibilizou até profissionais do Fórum diante dos relatos de uma mãe.  Idosa de 74 anos, foi resgatada da casa onde era mantida presa e acorrentada pelo próprio filho, de 35 anos. Mas ao falar com juiz, disse que ainda queria continuar morando com o agressor.

O caso ocorreu no Jardim Aeroporto e a idosa ainda tentou proteger o filho. A situação de vulnerabilidade acabou fazendo com que ela acreditasse que estando ele, ela tem alguém.

Outro banheiro imundo, de casa de senhora que ficou cega e foi abandonada pelos 3 filhos. (Foto: Arquivo)
Outro banheiro imundo, de casa de senhora que ficou cega e foi abandonada pelos 3 filhos. (Foto: Arquivo)

E são muitas histórias, cada uma pior. Também em 2022, no bairro Portal Caiobá, em Campo Grande, idosa com pensão no valor de um salário mínimo, morava em uma casa popular que ganhou em sorteio da Prefeitura há 7 anos. Mas foi abandonada pelos filhos aos 84 anos.

No quarto onde elas estava, havia urina e fezes no colchão onde ela dormia e no chão. A mulher tinha diabetes grau 3, o que prejudicou sua visão, não tomava banho há mais de três dias e só conseguia ter acesso a qualquer coisa com ajuda dos vizinhos. O cabelo estava tomado de piolhos. Além disso, na geladeira só havia alimentos podres.

Operação Virtude - Ontem, equipes da Polícia Civil de Costa Rica, distante 326 quilômetros de Campo Grande, realizaram uma série de visitas a endereços de idosos no município. A ação faz parte da “Operação Virtude” para garantir que todos os direitos dos idosos sejam respeitados e cumpridos.

O delegado Jhonny Garcia Trindade Monteiro destacou a importância da operação: “A Operação Virtude é fundamental para assegurar que nossos idosos estejam recebendo o cuidado e a atenção que merecem”.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias