ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 13º

Cidades

MS tem 102 mil vacinados, e confirma 12 mortes e 833 casos nesta 5ª

Capital foi responsável por metade (6) das mortes que foram registradas no mais recente boletim epidemiológico do coronavírus

Por Guilherme Correia | 18/02/2021 11:09
Vacina de proteção contra a covid-19 é aplicada em moradora da Capital (Foto: Kisie Ainoã)
Vacina de proteção contra a covid-19 é aplicada em moradora da Capital (Foto: Kisie Ainoã)

Boletim epidemiológico estadual da covid-19 traz 833 infectados e 12 novos óbitos em Mato Grosso do Sul, inseridos nas últimas 24 horas. Com isso, o Estado já teve 173,2 mil positivados para o coronavírus desde o início da pandemia, e 3.178 pessoas já morreram em decorrência dessa doença.

Dados estaduais apontam que, ao todo, municípios sul-mato-grossenses aplicaram 102.246 primeiras doses nos públicos-alvos iniciais da campanha de imunização. Além disso, 28,3 mil segundas doses também já foram aplicadas.

Também houve aumento na quantidade de internações pelo vírus. Com 509 hospitalizados em unidades de saúde públicas e privadas no boletim desta quinta-feira (18), houve aumento de 13 internados em comparação com ontem.

Boletim atualizado - Imensa maioria dos casos (162,3 mil) já se encontram recuperados. Os demais, que não morreram nem se recuperaram, tratam-se de casos "ativos". Ou seja, que ainda estão com a virose presente no organismo.

Dados do painel Mais Saúde, elaborado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), indicam que há 5,8 mil pacientes em tratamento domiciliar (quarentena). Além disso, há 1,7 mil registros de pessoas positivadas para a doença cujo status oficial consta como "ignorado".

Os novos óbitos eram de pacientes que moravam nos municípios de Campo Grande (6), Fátima do Sul, Aparecida do Taboado, Corumbá, Coxim, Ponta Porã e Dourados.

Boletim epidemiológico divulgado hoje nas redes sociais do governo estadual (Foto: Reprodução)
Boletim epidemiológico divulgado hoje nas redes sociais do governo estadual (Foto: Reprodução)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário