ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 28º

Cidades

Apesar de novo decreto, MS fica na última posição em isolamento social

Decreto começava no domingo (14), mas dados indicam que não houve redução de mobilidade urbana no Estado

Por Guilherme Correia | 15/03/2021 08:40
Moradores de Campo Grande caminham pelas ruas do Centro (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)
Moradores de Campo Grande caminham pelas ruas do Centro (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)

Decreto estadual que reforça medidas restritivas em Mato Grosso do Sul passou a valer desde domingo (14), mas dados divulgados pela plataforma InLoco indicam que não houve redução de mobilidade urbana. Além disso, tanto o Estado quanto Campo Grande ficaram na última posição de ranking que compara unidades da federação e capitais do Brasil.

O monitoramento é feito por meio de informações de localização dos dispositivos móveis da população, junto a algoritmos que "medem" a movimentação das pessoas de forma anônima. Conforme o sistema, Mato Grosso do Sul teve 42,4% de pessoas "em casa", sendo que apenas a Capital teve 42,3%.

O melhor índice verificado ontem foi dos estados do Acre (64%), Ceará (53%) e Rondônia (52%). Entre capitais, Rio Branco (55%), Curitiba (56%) e Fortaleza (55%) tiveram melhores desempenhos.

Balanço - Dados publicados pelo próprio governo estadual indicam, inclusive, que a mobilidade urbana nunca foi reduzida expressivamente ao longo dos últimos 12 meses de pandemia. Aliás, o único momento em que foi superior a 60% foi logo no começo, em meados de março do ano passado.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário