ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Novo PAC recebe até dia 15 pedidos para retomar obras paradas em MS

Segundo levantamento do InvestSUS, 65 são elegíveis para receber recursos no Estado

Por Cassia Modena | 11/04/2024 08:15
UPA em Aquidauana está quase pronta e é elegível a receber os recursos (Foto: Reprodução/Ministério da Saúde)
UPA em Aquidauana está quase pronta e é elegível a receber os recursos (Foto: Reprodução/Ministério da Saúde)

O Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), do Governo Federal, vai receber até a próxima segunda-feira (15), pedidos de recursos para retomar obras paradas de prédios ou espaços ao ar livre que prestarão serviços à saúde da população. Em todo Mato Grosso do Sul, 65 estão elegíveis, segundo levantamento disponível no sistema de investimento público InvestSUS.

Exemplos são a construção de UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em Paranaíba e Aquidauana, de academia da saúde em Dourados e em várias outras cidades, e unidades de acolhimento de CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) em Campo Grande.

Ao todo, 26 dos 79 municípios do Estado possuem obras elegíveis para receber os recursos, segundo os dados do InvestSUS.

Juntas, as obras já têm R$ 19.161.330,74 em recursos investidos. O governo estadual e as prefeituras poderão sinalizar interesse na verba federal para terminá-las, apresentando projetos de retomada.

Novo PAC - Quando o retorno do programa federal foi anunciado, no ano passado, o Governo Federal informou que R$ 44,7 bilhões, ao todo, serão destinados a Mato Grosso do Sul.

Ainda segundo o anúncio, somente a área da saúde receberá investimentos de R$ 500 milhões. Além de custear retomada de obras, o recurso servirá para novas construções como oficinas ortopédicas, policlínicas e centros de parto normal, por exemplo.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias