ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  24    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Operação prendeu 7 em MS, 30 em outros Estados e 3 no exterior

Droga, dinheiro, veículos e aeronaves foram apreendidos na maior operação do ano da PF.

Por Liniker Ribeiro | 24/11/2020 16:40
Além do real, valores em dinheiro também foram apreendidos em outras moedas (Foto: Divulgação/PF)
Além do real, valores em dinheiro também foram apreendidos em outras moedas (Foto: Divulgação/PF)

Quarenta mandados de prisão cumpridos, R$ 400 milhões em patrimônios bloqueados, armas de fogo, 200 quilos de maconha, veículos, aeronaves e jet-ski apreendidos, resultados da Operação Enterprises.

O balanço é da Polícia Federal do Paraná e foi divulgado na tarde desta terça-feira (24). Só no Mato Grosso do Sul, 7 integrantes de uma das maiores quadrilhas especializadas no tráfico internacional de cocaína, no Brasil, foram presas.

Também foram cumpridos no Estado, 7 mandados de busca e apreensão, sendo 6 na Capital e um em Rio Verde.

Veículos apreendidos durante Operação da Polícia Federal (Foto: Divulgação/PF)
Veículos apreendidos durante Operação da Polícia Federal (Foto: Divulgação/PF)

Entre os principais alvos da operação está o ex-policial militar de Mato Grosso do Sul, Sérgio Roberto de Carvalho, de 62 anos, que ficou conhecido como “Major Carvalho”. Segundo o jornalista Josmar Jozino, colunista do portal Uol, o esquema bilionário comandado por ele contava com pilotos que foram ligados a um dos maiores traficantes brasileiros, Luís Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar.

Ao todo, conforme a PF, foram expedidas 215 ordens judiciais, sendo 66 mandados de prisão preventiva e 149 de busca e apreensão. Deste número, 40 mandados de prisão foram cumpridos, sendo 37 no Brasil, 1 no Panamá, 1 na Colômbia e 1 na Espanha.

Também foram apreendidos 200kg de cocaína; 61 veículos, 5 motocicletas, 4 caminhões e 1 jet-ski.

Em imóveis, carros de luxo, jóias e aeronaves, foram cerca de R$ 400 milhões. Entre as aeronaves, houve o sequestro de 37. Uma delas, que se encontra na Europa, avaliada em cerca US$ 20 milhões.

Ainda foram apreendidas 16 armas de fogo, um simulacro e 507 munições. Em dinheirom R$ 1.141.002, U$ 169.352,00, € 9.000,00 e 1.120 Dirham (moeda dos Emirados Árabes Unidos).

Aqui no Estado, mandados foram cumpridos em Campo Grande e Ponta Porã.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário