ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  12    CAMPO GRANDE 15º

Cidades

Para combater transporte ilegal de passageiros, Agems intensifica fiscalização

Agência de Regulação dá suporte em casos específicos de irregularidades durante as abordagens interestaduais

Por Ana Paula Chuva | 03/05/2022 13:04
Equipe da Agems e da Polícia Militar durante fiscalização. (Foto: Divulgação)
Equipe da Agems e da Polícia Militar durante fiscalização. (Foto: Divulgação)

Para combater o transporte clandestino interestadual de passageiros, a Agems (Agência Estadual de Regulação de Serviço Públicos) está intensificando as fiscalizações nas rodovias de Mato Grosso do Sul em conjunto com a Assessoria Militar.

De acordo com a agência, o órgão não realiza fiscalizações em transportes interestaduais, mas é suporte em casos específicos. "Nesses casos, quando se verifica irregularidades durante as abordagens, os casos são encaminhados aos agentes da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres)”, esclareceu em nota a pasta.

Para o diretor-presidente da Agems, Carlos Alberto de Assis, as fiscalizações consolidadas e estratégicas “são ferramentas que fazem a diferença para combater o transporte clandestino em qualquer esfera, bem como o apoio da Assessoria Militar, que protege os servidores durante o trabalho”.

Fiscalizações - Em Aquidauana, a 141 km de Campo Grande, por exemplo, durante fiscalização de rotina quatro ônibus clandestinos foram encaminhados para a ANTT, transportando passageiros sem autorização.

Já em operação realizada em três cidades, Aquidauana, Terenos e Sidrolândia – 82 veículos foram abordados e checados, sendo dois notificados e apreendidos pela prática ilegal de transporte de passageiros.

Em uma das fiscalizações da Agems na Capital, houve ainda uma perseguição a um veículo Prisma. O condutor desobedeceu a ordem de parada da equipe e quase atropelou um dos fiscais. Policiais do 10º Batalhão da Polícia Militar fizeram o acompanhamento tático e conseguiram deter o motorista no Bairro Aero Rancho. Ele foi encaminhado para Delegacia de Polícia Civil

De acordo com o coronel Waldir Acosta, chefe da Assessoria Militar, o trabalho em conjunto com os fiscais da Agência tem sido eficaz na execução dos serviços.

“Temos feito o papel de Polícia Ostensiva, buscando dar segurança aos Agentes da Agems, bem como para a comunidade, durante as várias abordagens já realizadas em diversas missões em conjunto, com maior intensidade nas fiscalizações eventuais, as programadas e as de monitoramento”, disse o coronel.

Nos siga no Google Notícias