ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Polícia apreende quase 1 tonelada de carne imprópria para consumo

Mais de 600 kg de carne tinham origem de abate clandestino, sem registro na Vigilância Sanitária

Por Ana Lívia Tavares | 26/10/2021 13:54
Produtos aprendidos foram descartados no aterro sanitário de Ponta Porã. (Foto: Divulgação)
Produtos aprendidos foram descartados no aterro sanitário de Ponta Porã. (Foto: Divulgação)

Mesmo com a carne custando o "olho da cara", a Decon (Delegacia de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo) teve que descartar quase 1 tonelada que foi apreendida e estava imprópria para consumo em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande.

A ação para coibir o comércio clandestino de produtos de origem animal, impróprios ao consumo ou em desacordo como a legislação sanitária, ocorreu nesta segunda-feira (25), no Distrito de Cabeceira do Apa, em conjunto com órgãos de fiscalização, IAGRO (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal do MS) e a Vigilância Sanitária Estadual e Municipal.

Produtos de origem animal estavam impróprios ao consumo e em desacordo como a legislação. (Foto: Divulgação)
Produtos de origem animal estavam impróprios ao consumo e em desacordo como a legislação. (Foto: Divulgação)

Foram apreendidos, aproximadamente, 920kg de carnes em estabelecimentos comerciais. As mercadorias apresentavam diversas irregularidades. Mais da metade, cerca de 650kg, tinham origem de abate clandestino, sem registro em órgão competente (SIM, SIE ou SIF).

Outros 270 kg foram de carnes manipuladas, embaladas e congeladas sem conter informações obrigatórias como data de processamento e validade. Os produtos aprendidos foram descartados no aterro sanitário de Ponta Porã.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário