ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEXTA  21    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Quase 1 milhão de raios atingiram MS em dois dias

Números foram divulgados pela concessionária de energia elétrica do Estado, a Energisa

Por Nyelder Rodrigues | 24/10/2021 19:11
No penúltimo temporal, sexta-feira retrasada, MS foi atingido por 1,4 milhões de raios; na foto, céu na região do Jardim dos Estados, na Capital. (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)
No penúltimo temporal, sexta-feira retrasada, MS foi atingido por 1,4 milhões de raios; na foto, céu na região do Jardim dos Estados, na Capital. (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)

Mato Grosso do Sul somou neste fim de semana 951.989 descargas elétricas, durante as tempestades que atingiram várias cidades do Estado entre ontem (23) e este domingo (24), causando alagamentos, enxurradas e várias estragos, além de deixar Ponta Porã - cidade a 323 km de Campo Grande - sem energia elétrica.

Os dados que apontam quase 1 milhão de descargas elétricas ocasionadas pelas chuvas, os populares raios, foram divulgados pela Energisa - concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica na maior parte de Mato Grosso do Sul - em nota enviada à reportagem do Campo Grande News neste fim de tarde.

Ainda conforme a Energisa, os municípios da região sul do Estado, mais fortemente atingidos pela tempestade, são foco da concessionária para o restabelecimento total da energia. As equipes trabalham de forma ininterrupta desde a tarde de sábado.

"Informamos que foram registradas 951.898 descargas elétricas em todo o Estado entre a tarde de sábado (23/10) e a manhã deste domingo (24/10). Se comparado ao último temporal, no qual foram registradas 1,4 milhão de descargas atmosféricas, em três dias, pode-se considerar este temporal absolutamente atípico", calcula.

Enquanto que no interior o temporal ocorreu durante à tarde e noite, em Campo Grande, a forte chuva chegou já na madrugada, acompanhada de descargas elétricas e ventos intensos que causaram quedas pontuais de energia elétrica, além de alagamentos em locais como a Rua Paulo Coelho Machado e Avenida Guaicurus.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário