A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Março de 2019

27/01/2019 12:37

Sem condições de armazenar, Defesa Civil de MG pede pausa em doação

Campanhas começaram a ser mobilizadas para arrecadação de donativos, mas o estado mineiro afirma que já recebeu quantidade suficiente

Mayara Bueno
Rio de lama em Brumadinho, após rompimento da barragem. (Foto: Isac Nóbrega/PR/Fotos Públicas).Rio de lama em Brumadinho, após rompimento da barragem. (Foto: Isac Nóbrega/PR/Fotos Públicas).

A Defesa Civil de Minas Gerais pediu aos estados brasileiros a interrupção de envio de doações para Brumadinho, cidade de Minas Gerais atingida pelo rompimento da barragem da empresa Vale, na sexta-feira (dia 25). Até agora, são 37 mortos e pelo menos 256 ainda estão desaparecidos.

Em um vídeo, o coordenador da Defesa Civil do estado vizinho agradece os donativos recebidos até agora, mas orienta que as pessoas não mais enviem alimentos, roupas e outros produtos. Além de o que foi recebido até agora ser suficiente, não há onde guardar as doações.

Coordenador do órgão de MS, coronel Fábio Santos Coelho Catarinelli, afirma que a Defesa Civil do Estado se colocou à disposição para ajudar nos trabalhos de resgate, além do auxílio com doações.

“Todos os estados disponibilizaram ajuda. Nós colocamos nosso apoio. Mas o coordenador [da Defesa Civil de Minas] orientou que não são mais necessárias, neste momento”.

O alerta ocorre porque alguns grupos da Capital e do interior, inclusive a Prefeitura de Campo Grande, disponibilizaram locais para receber donativos e também um meio para leva-los até às vítimas. “A demanda de ajuda humanitária foi suprida”, com alimentos, água, roupas, por isso a suspensão.

 

Ajuda

O Corpo de Bombeiros de MS entrou em contato com a Defesa Civil e bombeiros de Minas Gerais e se colocou à disposição para ajudar na busca por sobreviventes. Segundo a assessoria de comunicação da corporação, por enquanto foi informado de que não há necessidade de mais efetivo, mas se precisarem entrarão em contato.

Os militares de Mato Grosso do Sul têm treinamento para resgate capaz de auxiliar em tragédias como a que ocorreu em Brumadinho. Nesta manhã, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais iniciou evacuação de comunidades após a constatação de que uma quarta barragem da Vale apresenta risco iminente de rompimento.

Confira, abaixo, vídeo do coordenador da Defesa Civil de Minas, coronel Evandro Geraldo Ferreira Borges:

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions