A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/07/2013 19:06

“Missa de Envio” reúne 500 fiéis e encerra Semana Missionária

Bruno Chaves e Mariana Lopes
Missa aconteceu no Poliesportivo Dom Bosco (Foto: Mariana Lopes)Missa aconteceu no Poliesportivo Dom Bosco (Foto: Mariana Lopes)

A Semana Missionária, realizada em 150 cidades brasileiras, incluindo Campo Grande, teve fim na noite deste sábado (20) com a realização da “Missa de Envio”, presidida pelo arcebispo da Capital, Dom Dimas Lara Barbosa. A celebração ocorreu no Poliesportivo Dom Bosco e contou com 500 fiéis.

Ocorrida com a presença de diversos estrangeiros, a Semana Missionária serviu de preparação para milhares de fiéis de todo o planeta. Cada uma das 150 cidade do Brasil acolheu pessoas de diversos países. Campo Grande recebeu um grupo de 60 bolivianos. Eles se preparam para a JMJ (Jornada Mundial da Juventude), que será realizada no Rio de Janeiro (RJ) de 23 a 28 de julho, na capital sul-mato-grossense.

A Missa de Envio teve início às 17h30 e término por volta das 19h. O evento religioso foi organizado pelo setor de juventude de Arquidiocese de Campo Grande e celebrado pelo arcebispo Dom Dimas. “É uma preparação mais próxima da JMJ e é uma oportunidade para jovens estrangeiros conhecerem outras regiões do país que os acolhe”, disse Dom Dimas.

O arcebispo contou que sua expectativa para a realização da Jornada é a melhor possível. Ele lembrou que esteve com o Papa Francisco em abril deste ano e a programação do encontro mundial entrou na lista de assuntos da conversa.

Dom Dimas também explicou que a celebração de hoje foi o encerramento da Semana Missionária e liberação da “benção de envio”, dada aos jovens que vão para o Rio de Janeiro, tanto os bolivianos quanto os campo-grandenses.

Hudson Jorge Ossuna Rocha, 32, membro da comissão do setor de juventude da Arquidiocese da Capital, contou que durante toda a semana que se passou, a arquidiocese se mobilizou para receber os bolivianos. “Isso mostrou a união da Igreja Católica em vários setores. Essa união fez o evento acontecer”, opinou.

Para o rapaz, a Semana Missionária foi um convite que todo cristão teve oportunidade de receber, o de ser missionário. “A vinda dos bolivianos para cá foi o marco dessa comunhão. É a partilha entre cristãos como irmãos. Foram dias que pudemos comungar da simplicidade deles em quererem ser missionários”, testemunhou.

Bolivianos entregaram bandeira Brasil/Bolívia para o arcebispo de Campo Grande (Foto: Mariana Lopes)Bolivianos entregaram bandeira Brasil/Bolívia para o arcebispo de Campo Grande (Foto: Mariana Lopes)

Para o boliviano Jonathan Prado, 24, a experiência vivida em Campo Grande foi única. “Esses dias que estive aqui foram únicos. Vou levar comigo o rosto de cada jovem e de cada família que visitamos e também as lagrimas de emoção que as pessoas derramaram na frente de nós”, recordou.

O jovem também contou que depois da Semana Missionária se sente mais preparado para participar da JMJ. “Já entendo o idioma e já me acostumei com o clima”, disse. Do País, Jonathan disse que, “acima de tudo”, levará “a esperança de que um dia a Bolívia seja tão católica quanto o Brasil”. Jonathan é morador da cidade de Cochabamba.

Para a estudante campo-grandense Maria Isabel Leite Walker, 16, toda a preparação da Semana Missionária será levada à JMJ. “É muito importante porque os jovens começam a ter noção do que vai acontecer no Rio e também seve para começarem a abrir os corações para as mensagens que vão receber lá”, disse.

No final da missa, os bolivianos entregaram para Campo Grande, por meio de Dom Dimas, uma bandeira Brasil/Bolívia. Apresentações musicais com as bandas gospel estação XV, Rei da Glória e Rumo ao Céu ocorrem no Poliesportivo após a celebração.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...


foi demais, um momento de reflexão para jmj e também uma preparação para nós que participamos do caminho neocatecomenal onde o importante da celebração é CRISTO RESSUSCITADO,

 
sueli matos em 20/07/2013 23:12:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions