A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Novembro de 2017

17/06/2009 09:36

Ação da PF prendeu 18 e apreendeu até carro blindado

Redação

Dezoito pessoas foram presas e até carro blindado foi apreendido pela PF (Polícia Federal) nessa terça-feira, na operação Saisine, realizada em Mato Grosso do Sul e mais três Estados.

A ação teve como objetivo desmantelar uma quadrilha de tráfico de drogas ligada a Luís Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, atualmente preso na Penitenciária Federal de Campo Grande.

De acordo com a PF, foram apreendidos R$ 10 mil, cerca de seis armas, diversas munições, sete veículos, entre eles um Prado totalmente blindado, avaliado em cerca de R$ 180 mil.

Segundo a PF, o carro foi apreendido com "Cateto", um dos chefes da quadrilha, em Caarapó, cidade distante 275 quilômetros de Campo Grande, e um dos "barões do tráfico" no Estado.

Três pessoas continuam foragidas, já que foram expedidos 21 mandados de prisão preventiva. A 2ª Vara da Justiça Estadual de Caarapó expediu ainda 25 mandados de busca e apreensão.

Além de "Cateto", foram presos Lino Palácios, Randolfo Balbueno Ifran e o vereador de Ponta Porã, Joanir Subtil Viana. Cateto é irmão de José Elias Fernandes do Amaral, o Bagual, assassinato a tiros em dezembro do ano passado, em Amambai.

Ele era apontado como braço direito de Beira-Mar. Com a prisão dele, Bagual assumiu a liderança da quadrilha e era responsável pela logística de envio de cocaína para o País.

Com a morte dele, "Cateto", Lino, Randolfo e Joanir, se tornaram lideranças na quadrilha. Joanir é vereador em Ponta Porã pelo PMDB.

Transporte - Segundo a PF, a cocaína era transportada, por meio aéreo, da região de Cáceres até a fronteira sul-mato-grossense, que servia de entreposto.

Daí em diante, seguia por via terrestre aos grandes centros de consumo, como São Paulo, Atibaia, Curitiba e Juiz de Fora, Minas Gerais, cidades estrategicamente posicionadas entre os maiores mercados consumidores do País.

Durante as investigações foram apreendidos mais de 100 quilos da droga e presos mais de 10 integrantes da quadrilha. Com a prisão deles a PF conseguiu mapear a ação do bando.

Flagrante - Em abril deste ano, em Aral Moreira, Joanir, Randolfo e mais seis, foram presos após terem desembarcado na fazenda do vereador, com 93 quilos de cocaína, armas, dinheiro, combustível e rádio transmissor.

Mega-Sena sorteia bolada de R$ 33 milhões na noite deste sábado
A Mega-Sena pode pagar R$ 33 milhões a quem acertar as seis dezenas do concurso 1.989, que será sorteado nesta sábado (18), a partir das 19h (horário...
Justiça considera ilegal cobrança de taxa de religação de energia em MS
Decisão em primeira instância na Justiça Estadual considerou ilegal a cobrança de taxa de religação da energia em Mato Grosso do Sul. A decisão é de ...
Pesquisa quer saber opinião da população sobre farda de policiais
A PM (Polícia Militar) de Mato Grosso do Sul lançou nesta sexta-feira (17) uma pesquisa para saber a opinião da população sobre o fardamento utilizad...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions