A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

25/04/2014 10:16

Ação nos terminais alerta para a doença que mais mata: hipertensão

Francisco Júnior
A dona de casa Rita Aurélio é hipertensa e aproveitou a ação no terminal para aferir a pressão. (Foto: Cleber Gellio)A dona de casa Rita Aurélio é hipertensa e aproveitou a ação no terminal para aferir a pressão. (Foto: Cleber Gellio)

Profissionais da saúde estão nesta manhã (25) nos terminais de ônibus de Campo Grande alertando a população sobre os perigos da hipertensão arterial. Amanhã (26) é o dia Nacional de Combate à Doença.

Estudantes de enfermagem e servidores da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) estão aferindo pressão e orientandos às pessoas que passam pelos terminais. Segundo a gerente técnica do Programa de Controle e Tratamento da Hipertensão, Gabriela Dorn, a doença é que mais mata no País e não apresenta sintomas. “Geralmente quando a pessoa descobre que tem a doença já foi acometida por insuficiência renal crônica, AVC (Acidente Vascular Cerebral) ou infarto agudo do miocárdio”, explica a técnica.

Conforme a especialista, 25% da população da Capital é hipertensa, índice alto que requer bastante atenção. Nas crianças, segundo ela, o índice chega a 5%. “Nossa iniciativa é alertar sobre a gravidade da doença e que ela pode ser evitada”, ressaltou a técnica enfatizando que a faixa etária que mais apresenta casos da doença é a partir dos 60 anos.

Além do fatores genético, a alimentação inadequada, alto índice de consumo de sal, sedentarismo, tabagismo e alcoolismo são os principais hábitos que podem desencadear a doença. “As pessoas precisam desde cedo ter hábitos saudáveis para não ter problemas no futuro”.

 

Especialista afirma que 25% da população da Capital é hipertensa. (Foto: Cleber Gellio)Especialista afirma que 25% da população da Capital é hipertensa. (Foto: Cleber Gellio)
Idosos acima de 60 anos são o foco da ação. (Foto: Cleber Gellio)Idosos acima de 60 anos são o foco da ação. (Foto: Cleber Gellio)

Como dica para evitar a doença, a técnica orienta consumir alimentos cozidos, assados ou grelhados; frutas e verduras, além de preferir temperos naturais, produtos lácteos desnatados. “Além da alimentação é preciso realizar atividades físicas pelo menos três vezes por semana. Um exemplo é uma caminhada de 30 minutos”, orienta.

A dona de casa Rita Aurélio da Silva, 63 anos, estava passando pelo terminar General Osório e resolver ver como está sua pressão arterial. Hipertensão, ela afirma que sempre está em alerta. “A gente não pode descuidar sempre tem que estar vigilante”, comentou a idosa.

A também aposentada Diva de Campos Leite, 72 anos, foi uma das pessoas que recebeu atendimento no terminal. Ela aprovou a iniciativa e pede que ações como essa seja realizada com frequência. “Eu não tenho pressão alta, pois me cuido bastante, faço caminhada todos os dias, evito comer muito sal. A gente tem que tomar cuidado né?”.

Por conta do dia Nacional de Combate à Doença, hoje o atendimento nos postos de saúde do Estrela do Sul e Silvia Regina será estendido até às 21 horas.

Confira as dicas: 

EvitarAçúcares e doces; frituras; derivados de leite na forma integral, com gorduras;carnes vermelhas com gordura aparente e vísceras; temperos prontos; alimentos processados e industrializados que vêm em latas ou vidros e embutidos.

Prefira - Alimentos cozidos assados, grelhados ou refogados; temperos naturais como limão, ervas, alho, cebola, salsa, ceboloinha, frutas, verduras e legumes; produtos lácteos desnatados.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions