A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

24/08/2009 13:47

Ação termina com 21 autuados e R$ 1.438.780 em multas

Redação

Ação conjunta entre a PMA (Polícia Militar Ambiental) e o Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis) terminou com 21 pessoas autuadas, cinco presas por crimes ambientais e R$ 1.438.780 em multas. Três pessoas foram presas por porte de arma.

A operação Guaicurus foi realizada nesse fim de semana em diversos municípios do Estado e contou com 20 policiais e 12 fiscais do Ibama.

Foram desenvolvidas operações nos rios, barreiras, combate ao desmatamento extração e transporte irregular de madeira irregulares, pesca predatória e outras crimes ambientais, em especial, no planalto da Bacia do Rio Taquari e planície pantaneira.

De acordo com a PMA, a maior multa foi de R$ 496.800 mil, aplicada a Paulo Henrique Esteves, em Porto Murtinho, pelo crime de desmatamento.

O produtor rural desmatou 1.656 hectares. Na propriedade dele foram apreendidas duas máquinas de esteira.

Paulo Henrique também recebeu outra multa, no valor de R$ 5 mil, por extração de areia sem licença. Foi apreendida uma draga utilizada na extração de areia.

No sábado, três pescadores foram presos em São Gabriel D'Oeste e Rio Verde do Mato Grosso, durante a operação.

A ação se concentrou na linha de acesso a ponte do rio Coxim e Travessão do Jaú. Os policiais abordaram um veículo Mitsubishi L-200, placa HSH 2304, conduzido por Jean Carlo Carrasco Munhos, onde estavam Eduardo Souza de Oliveira e Orlando Luiz Gaiger. Com eles foram encontrados petrechos proibidos.

Com eles foi encontrado um pintado de 18Kg, um dourado com 7Kg e 3Kg de outros pescados. Cada um foi multado em R$ 2.060,00. Se condenados por crime ambiental, poderão pegar pena de um a três anos de detenção.

Na mesma região, várias ações geraram R$ 36 mil em multas em um só dia. Em São Gabriel, em veículo Ford Cargo foram apreendidos 16 metros cúbicos de lenha nativa. O material estava sem documentação ambiental e o motorista acabou multado em R$ 9,6 mil.

Já no Mercedes Benz placa HQG-1828, havia 14,5 metros cúbicos de lenha nativa e o motorista recebeu multa no valor de R$ 8,7 mil.

Por último, em um laticínio em Camapuã, foram encontrados 61 metros cúbicos de lenha e o gerente foi multado em R$ 18,3 mil. Os policiais irão apurar se o produto é fruto de desmatamento irregular na região.

Pizza - No dia 21, em Corumbá, a PMA apreendeu na pizzaria Caprichosa, 1,5 tonelada de carvão vegetal sem autorização de órgão ambiental. O estoque com 626 sacos de carvão estava no depósito do comércio.

Através de denúncia anônima, os policiais se deslocaram até a pizzaria e acabaram encontrando os sacos de carvão vegetal. Cada saco pesa 2,5 quilos.

Resultado do Enem será divulgado na manhã desta quinta-feira
Os resultados do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2017 serão divulgados na manhã desta quinta-feira (18), de acordo com o MEC (Ministério da Edu...
MEC autoriza uso de nome social na educação básica para travestis e transexuais
Resolução do Ministério da Educação (MEC) homologada hoje (17) autoriza o uso do nome social de travestis e transexuais nos registros escolares da ed...
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 15 milhões no sábado
A Mega-Sena acumulou e pode pagar R$ 15 milhões no próximo sorteio, que será realizado no sábado (20). As seis dezenas sorteadas no concurso 2.005 de...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions