A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/03/2010 14:10

Acusado de homicídio, procurador irá a júri popular

Redação

O procurador de Justiça aposentado Carlos Alberto Zeolla, acusado de matar o sobrinho Cláudio Alexander Joaquim Zeolla, será julgado por júri popular. De acordo com o advogado de defesa, Ricardo Trad, o Tribunal de Justiça determinou hoje a remessa do processo ao Fórum de Campo Grande, tirando a possibilidade de foro privilegiado.

O processo, segundo Ricardo Trad, deve ser retomado pela 1ª ou 2ª Vara do Tribunal do Júri do Fórum e Carlos Alberto Zeolla poderá ser julgado por sete jurados. Ainda não há data para o julgamento.

Aposentado desde dezembro passado com salário de R$ 22 mil, Zeolla, segundo petição do MPE (Ministério Público Estadual) encaminhada ao TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), abriu mão do cargo que dava garantias de julgamento diferenciado. Com foro privilegiado, o procurador seria julgado por desembargadores.

Segundo a defesa de Zeolla, a questão de prerrogativa de foro privilegiado após a aposentadoria está sendo julgada pelo STF (Supremo Tribunal Federal). O julgamento está suspenso no STF. Antes do pedido de vista, havia empate: 1 voto a favor da perda do foro após a aposentadoria e um contra.

"

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions