A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/08/2013 19:50

Acusados de matar universitários são condenados a 209 anos de prisão

Vinícius Squinelo
Raul, Weverson e Rarafael foram condenado por roubo e assassinato de acadêmicos. (Foto: Rodrigo Pazinato/arquivo)Raul, Weverson e Rarafael foram condenado por roubo e assassinato de acadêmicos. (Foto: Rodrigo Pazinato/arquivo)

Os seis envolvidos na morte dos acadêmicos Breno Luigi Silvestrini de Araújo e Leonardo Batista Fernandes foram condenados a uma pena somada de 209 anos de prisão. A sentença foi proferida no dia 4 deste mês, e divulgada nesta quarta-feira (7).

Rafael da Costa da Silva, de 18 anos, foi condenado a 42 anos e 4 meses de prisão; Raul de Andrade Pinto , 22 anos, teve pena estabelecida de 35 anos e 4 meses; Weverson Gonçalves Feitosa, 22, foi condenado a 36 anos e quatro meses, três anos a mais que Dayani Aguirre Clarindo, de 24 anos. Já Edson Natalício de Oliveira Gomes teve a menor pena, de 29 anos e 8 meses de prisão. Por último, Jonilton Jackson Leite de Almeida foi condenado a 32 anos e 10 meses de prisão.

A sentença foi proferida pela 3ª Vara Criminal de Campo Grande, sob responsabilidade da juíza Eucélia Moreira Cassal. O crime, que ocorreu em agosto do ano passado, foi classificado como latrocínio (roubo seguido de morte).

"Os condenados deverão cumprir a pena corporal inicialmente em regime fechado", diz a sentença. 

O crime - Segundo o inquérito policial, Rafael e Weverson aguardaram as vítimas saírem de um bar em Campo Grande. No momento em que Leonardo acionou o alarme da caminhonete Pajero, ele e o amigo foram abordados pela dupla.

Weverson assumiu a direção do veículo. Leonardo foi para o banco do passageiro, enquanto que Breno foi para o banco de trás junto com Rafael. De lá, seguiram para as saídas de Aquidauana e Rochedo, na região do Indubrasil.

Eles estavam sendo seguidos por um Fiat Uno, onde estavam Dayane e o irmão de Rafael, um adolescente de 17 anos. Durante o trajeto, segundo a delegada, Breno foi violentamente espancado por Rafael.

Na entrada de uma galeria de água pluvial, os estudantes tornaram a ser espancados pela dupla. As vítimas chegaram a implorar para não morrerem.

Os dois foram colocados de joelhos. O primeiro a ser morto foi Breno com um tiro na cabeça. Leonardo ao ver que o amigo havia sido baleado, se mexeu e o tiro acabou acertando sua cabeça de lado. Todos os disparos foram feitos por Rafael. Os estudantes foram mortos cerca de 30 minutos após serem abordados.

Após o assassinato, Weverson, Rafael e Dayane seguiram rumo a Corumbá na Pajero. Já o adolescente deixou o local dirigindo o Fiat Uno e foi para a casa de Raul, no bairro Guanandi.

Próximo da entrada de Corumbá, o trio abandonou o veículo após se depararem com uma barreira do DOF (Departamento de Operações da Fronteira). Os três se esconderam em um matagal na região.

Dayane foi a primeira ser presa, em Corumbá. Ela entregou a Polícia os outros envolvidos no crime. Rafael foi capturado ainda na mata e Weverson na casa do pai dele, em Aquidauana. Raul foi preso na casa dele, onde a adolescente também estava.

Durante as investigações, a Polícia utilizou um helicóptero do Exército Brasileiro nas buscas à arma utilizada no crime, um revólver calibre 38. A aeronave sobrevoou a área onde os bandidos se esconderam.

Todos os envolvidos foram presos em flagrante, já que a polícia resolveu o caso em menos de 24 horas de trabalhos ininterruptos.



se esses universitarios fossem filhos de pobres com certeza nem teriam julgado.. e os ASSASSINOS fossem playboy tava solto e SE JULGADOS pegava pena leve.. justiça foi feita mas pelo poder aquisitivo e politicagem como sempre.
 
HENRIQUE REIS em 08/08/2013 13:54:48
O que as pessoas devem compreender é que nada apaga a dor de quem perde precocemente um filho e não é a condenação do outro que a apagará. A condenação serve para demonstrar o equívoco de quem assim agiu, pagar pelo que fez, tentar inibir os predispostos a agir desta forma etc..Também não é verdade que o condenado neste caso cumprirá alguns poucos anos de pena. Cumprirá, pelo latrocínio, os que são reincidentes, cerca de 15 a 20 anos de pena, e, os primários, cerca de 10, a 12 anos.. só por um dos crime,s e mais um tanto de anos pelos outros.. Somente depois é que mudarão de regime de pena. Considerando que o dia a dia da pena, sobretudo no Brasil, é marcado pela crueldade e desumanidade, os 15 a 20 anos representam muito mais que isso... é um verdadeiro inferno em vida! O resto é vingança
 
Roberto Ferreira em 08/08/2013 12:39:12
É lamentável tudo isso... Tenho pena dos pais das vitimas, mais tenho pena tb dos pais dos assassinos..Pois com certeza, eles deram duro para sustentar os filhos, que resolveram ir pro lado mais fácil, o do ganho fácil do dinheiro..É lamentável, vermos essas situações , ver pessoas sendo mortas cruelmente por causa de 20,00 / 30,00 reais..Hoje em dia as coisas andam assim..Seria falta de Deus??Li os comentários e vi que muitos ficaram indignados com a condenação, concordo com vocês, eles não irão ficar tudo isso presos, sabemos como nossa lei funciona, mais vamos parabenizar a policia pelo belo trabalho..E orarmos muito pelos dois jovens mortos, que seus espíritos descansem em paz, pelos familiares deles, e pelos familiares dos assassinos que também devem estar sofrendo...
 
Kátia Sandim em 08/08/2013 11:51:01
NESSE PAIS AS DIFERENÇAS SOCIAIS SÃO COLOCADAS A PROVA TODO MOMENTO,ESSE CRIME NÃO FAZ MUITO TEMPO QUE ACONTECEU E OS ALGOZES JA FORAM CONDENADOS.O MEU SOBRINHO BRUNAO FOI ASSASSINADO CRUELMENTE POR UM PLAYBOY EM UMA CASA NOTURNA,ONDE O AUTOR DO HOMICÍDIO FOI PRESO EM FLAGRANTE DELITO SENDO QUE O AUTOR DESSE CRIME SÓ FICOU PRESO QUARENTA DIAS E DEPOIS FOI SOLTE E ATE HOJE NEM MARCARAM O JULGAMENTO, JA FAZ DOIS ANOS E MEIO,MAS SE A MINHA FAMÍLIA TIVESSE UM ALTO PODER AQUISITIVO E INFLUENCIA POLITICA ISSO JÁ TERIA ACONTECIDO.HA!!!AINDA TEM OUTRO AGRAVANTE A FAMÍLIA DO AUTOR DO CRIME TEM UM AUTO PODER AQUISITIVO.EU FAÇO UMA PERGUNTA A VCS A JUSTIÇA NESSE PAIS EXISTE?SÓ PARA" POBRE E PRETO"!!DEIXA EU FICAR QUIETO SE NÃO VOU ME INDIGNAR MAIS AINDA!
 
junior celso gomes vieira em 08/08/2013 11:07:35
Parabéns à Policia Civil e Militar de MS. Apesar de remuneração incompatível, indigna, trabalham com afinco pelo bem da sociedade. Parabéns à Justiça de MS que em tempo recorde julgou esses covardes. Desprezo e repulsa pelos políticos, pois eles é que fazem as leis e esse Código Penal é ridículo, ultrapassado, infame e não atende aos anseios do cidadão de bem. Com 1/6 da pena estarão no semi aberto e voltando ao mundo do crime. Só a pena de morte resolverá por fim a essa vergonha, ou Justiça pelas próprias mãos daqui há 06 anos...!
 
arnobio luiz em 08/08/2013 10:31:14
Ainda acho pouco esta pena... Se assassinato simples pode ser de 12 á 25 anos... eles mataram dois inocentes para roubar com requinte de crueldade e pegaram apenas a metade da pena para cada latrocínio ?????
 
emilio santana em 08/08/2013 10:26:15
Em breve, 10 anos no máximo, praticamente todos estarão livres novamente. Essa é a bela justiça do Brasil.
 
Tereza Cunha em 08/08/2013 10:05:07
Se eles foram condenados a 209 anos de prisão, então a máfia do câncer será condenada a quantos anos pela morte de dezenas de pessoas ???
Ou será que não foi assassinado também ???
 
Carlos alberto em 08/08/2013 09:58:42
lei boa e olho por olho dente por dente

 
maria sirlei paz dos santos em 08/08/2013 09:57:04
TÍPICO CASO EM QUE SE APLICARIA CLARAMENTE A PENA DE MORTE.
 
nilton penzo em 08/08/2013 09:52:56
E digo mais: Se fosse parente meu, e eu tivesse métodos (conhecidos) de chegar até esses assassinos, eles não seriam condenados a 30 ou 40 anos não, seriam condenados à pena de morte, porque eu mesmo daria um jeito de matar uns caras desses.
 
Brendon Moreira em 08/08/2013 09:26:54
E vamos parar de fazer comparações com outros casos, meus amigos. Tudo bem que os rapazes eram de classe média alta, tudo bem que um deles era neto de ex secretário de segurança pública, como disseram, mas NADA, absolutamente NADA faz com que não tenhamos compaixão pela família ao depararmos com tamanha covardia, e tamanho absurdo de um crime como esse.

Se a justiça vem à carroça em outros casos, onde as vítimas não foram tão privilegiadas na vida, a culpa não é dos familiares dessas vítimas, e sim de um país desorganizado e corrupto como o nosso.

Então, sem comparações e vamos apenas agradecer a mais um caso resolvido e julgado.
 
Brendon Moreira da Silva em 08/08/2013 09:23:58
Parabéns à justiça, mas é uma vergonha esse código penal brasileiro. Em breve, com 1/6 da pena já devem ter suas mordomias. Só acho que deveriam cumprir a pena no MÍNIMO 75% em regime FECHADO e sem nenhum tipo de mordomia. Desumanos, safados como esses, em outros lugares, como alguns estados dos EUA, China, e países do Oriente Médio, já estaria condenados à pena de morte.

Acho é pouco, mas dentro do sistema brasileiro que conhecemos, a justiça está de parabéns.
 
Brendon Moreira da Silva em 08/08/2013 09:19:49
TOMARA QUE ELES TENHA O MESMO DESTINO QUE AQUELES PRESOS TIVERAM!!!!! DESISTAM DE VIVER E SE SUICIDEM, PRA TERMOS CERTEZA QUE NUNCA MAIS IRA TRAZER SOFRIMENTOS PRA OUTRAS FAMÍLIAS!!!

JÁ QUE NÃO VAI CUMPRIR NEM A METADE DA PENA MESMO, POIS VIVEMOS NO BRASIL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

DE CORAÇÃO, QUE DEUS ABENÇOE AS FAMÍLIAS DO BRENO E LEONARDO!!!!!!!
 
CRIS. ALVES em 08/08/2013 09:17:19
Independente de quantos anos vão ficar presos , é tudo muito triste , pq as famílias é que foram condenadas até o fim da vida de viver a ausência de seus entes queridos.
 
Lizeti Aparecida Zanineli em 08/08/2013 09:02:57
Li os comentários e muitas críticas à Polícia que trabalhou e prendeu esses marginais em tempo record e reclamando de outros casos. Sou policial e tenho vontade de prender todos e fazer um trabalho digno para a sociedade mas não temos condições de trabalho para isso. Nos desculpem. Vejam como somos tratados pelo poder público e cobrem dos políticos que elegeram melhores condições de trabalho e estrutura que iremos atender a população cada dia melhor.
 
Breno Oliveira em 08/08/2013 08:55:00
Apesar das gritantes e humilhantes diferenças sociais, nada justifica matar para roubar. Isso mostra que devemos repensar nossos conceitos. Mudar a forma de organizar a sociedade e o modelo educacional e dar oportunidades iguais para todas as pessoas. Assim a vida passará a ter mais valor.
 
Anita Ramos em 08/08/2013 08:52:59
Em nosso país e principalmente em Campo Grande, quem quer justiça tem que ir e fazer por si só a policia, o poder público, enfim, o governo, não vai fazer justiça, vai fazer o que lhe convir, condenações de séculos mas onde o criminoso passa 1 ou 2 anos na cadeia e sai para viver sua vida.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 08/08/2013 08:42:55
Parabéns sr Juiz que concedeu essa pena pra eles ,, que eles cumpram sempre regime fechado pois foi crime bárbaro com muito crueldade, eles destruíram famílias, chocou a população demais, eu não conhecia Breno e Leonardo me abalei muito com isso , ate hoje não gosto nem passar em frente bar 21 nem nas proximidades da Uniderp que sempre recordo os meninos, imagina dor família, quanto sofrimento perder um ente querido ,a justiça foi feita que seja sempre assim em todos crimes para que cidadão possa ter direito de viver em paz,
 
Rosilene Leonel em 08/08/2013 08:30:08
Todos irão cumprir no máximo 8 anos... lamentável que o assassino do meu irmão só ficou 3 meses na cadeia.
 
Eliza Ferreira em 08/08/2013 08:26:29
Beatricy, comentário totalmente inadequado. Se fosse seu filho, seu irmão ou qualquer grau de parentesco, você também recorreria a quem pudesse ajudar. Cuidado, pois isso pode acontecer com qualquer pessoa. Não julgue.
 
Jéssica Santos em 08/08/2013 08:24:27
Muito bom, punidos finalmente!!! Mas espero que com os assassinos do mecânico tenha a mesma "rapidez" ...
 
Danielle Oliveira em 08/08/2013 08:08:08
"Cumprir a pena, inicialmente, no regime fechado..." ou seja estão dizendo que daqui há dois anos podem ir pro semi-aberto e depois ao regime aberto, depois,rua! 50,100 anos´! Conversa mole! Fosse nos EUA seriam condenados há duas vezes a prisão perpetua no regime fechado e sem direito a condicional. Mas Brasil, latino, futebol, mulata...Pro mundo o nosso país é um paraguay,onde se pode tudo e bom pra exportar mulatas. Tivessem condenado esses bandidos há 20 anos, sem direito a condicional, tava bom.Mas não! Capaz de cumprirem prisão domiciliar...kkkkkkkkkkkkkkk!
 
samuel gomes-sidrô em 08/08/2013 07:59:11
O que acontece José Gonçalves, é que o mecânico não era neto de ex-secretário de segurança.
 
Beatricy Bento em 08/08/2013 07:40:17
"Inicialmente em regime fechado", ou em outras palavras: daqui a pouco aí estarão eles soltos de novo, provando que a justiça no Brasil é uma piada.
 
Leandro Batista em 08/08/2013 07:32:35
Maravilha! Só tenho a lamentar que a morte de um mecânico, assassinado no Show do Jockei Club está em andar de carroça, pela policia do MS.
 
JOSÉ NASCIMENTO em 08/08/2013 07:30:21
gente a onde que vai parar só dão pena pra eles e joga no presidio quando eles sair de la vão fazer pior.
 
neia p de souza em 08/08/2013 07:22:05
PARABÉNS AOS JUIZES QUE DERAM ESSA CONDENAÇÃO..NA VERDADE TERIA QUE SER PENA DE MORTE...TIVE UM FILHO CEIFADO A SUA VIDA A 10 MESES ...EM UM ACIDENTE DE AUTO COM MOTO, ONDE MEU FILHO ESTAVA NA MOTO, A CONDUTORA ESTAVA COM O BRAÇO ENGESSADO E INVADIU A PREFERENCIAL ONDE VEIO A SEIFAR A VIDA DE MEU QUERIDO FILHO...E ATE HJ,,,NAO TEMOS NOTICIAS DE JUSTIÇA..E A EXELENTE CONDUTODRA CONTINUA A DIRIGIR SEU VEICULO EM NOSSA CAPITAL...ATE QDO. VAMOS FICAR IMPUNE A ESSE ABSURDOS ???????QUE DEUS NOS ABENÇOE;;;ABRAÇO
DE UM PAI COM CORAÇÃO PARTIDO
 
filadelfio terencio em 07/08/2013 23:12:29
O bom é saber o futuro deles, :)) vão desejar nunca ter saído de casa aquele dia.
 
Pedro Henrique Marcondes Soares em 07/08/2013 23:06:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions