A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

27/09/2018 09:46

Alvos de operação contra desvio de R$ 1 milhão vieram a MS para pescar

Câmara de cidade Goiás é suspeita de superfaturamento de contratos fictícios e nomeação de servidores fantasmas

Aline dos Santos e Anahi Zurutuza
Equipes saem da Promotoria de Itumbiara para cumprir mandados de operação. (Foto: MP/GO)Equipes saem da Promotoria de Itumbiara para cumprir mandados de operação. (Foto: MP/GO)

Presos hoje na zona rural de Coxim, os dois alvos da operação Quinta Geração, realizada pelo MP/GO (Ministério Público de Goiás), vieram a Mato Grosso do Sul no começo da semana para pescar. Inicialmente, as ordens de prisão seriam cumpridas em Itumbiara (GO).

No Estado, os mandados de prisão foram cumpridos com o apoio do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado). A ação investiga desvio de R$ 1 milhão na Câmara Municipal de Cachoeira Dourada (GO).

Durante quatro meses, a investigação, coordenada pela promotora Ana Paula Sousa Fernandes, apurou que os desvios vinham ocorrendo desde 2014, por meio de superfaturamento de contratos fictícios e nomeação de servidores fantasmas. Além de MS e Cachoeira Dourada, a ação é realizada três outros municípios de Goiás: Itumbiara, Inaciolândia e Goiatuba.

No total, serão cumpridos 21 mandados, sendo 10 de prisão e onze de busca e apreensão. A operação conta com o apoio das policias Civil e Militar. Participam 12 promotores de Justiça, 16 delegados, 53 agentes, 69 policiais militares e 10 servidores do Ministério Público.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions