A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

31/03/2010 08:44

André promete cortar ponto de quem foi a manifestação

Redação

O governador André Puccinelli (PMBD) disse esta manhã que os servidores administrativos da Educação que deixaram de trabalhar ontem para participar da manifestação na Assembléia Legislativa terão o ponto cortado.

"Isso é norma. Se você não for trabalhar e não levar atestado de saúde quente seu patrão não desconta?", respondeu a jornalistas, ao ser questionado sobre o assunto, durante inauguração de leitos do CTI da Santa Casa.

O governador criticou, ainda, o presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores na Educação), Jaime Teixeira, e indicou que a mobilização teve cunho político, ressaltando que só tinha "gente filiada ao PT, com ficha partidária assinada".

André disse que Jaime omitiu a última tabela de correção fechada pelo governo, com índice de reajuste de 7% e apresentou a anterior, com índice de 5%.

Quanto ao fato de vários ônibus terem sido barrados nas estradas, Puccinelli disse que isso é decorrente da Operação Semana Santa, mas confirmou que o bloqueio do Parque dos Poderes foi determinado por ele.

"O Parque dos Poderes quem mandou fechar fui eu mesmo", disse. Ontem mais de 500 servidores lotaram a Assembléia Legislativa e o projeto de reajuste foi retirado da pauta de votação. A estimativa é que 250 manifestantes tenham sido barrados nas estradas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions