A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/01/2016 18:41

Ano letivo na rede estadual começará dia 29 de fevereiro, define governo

Alan Diógenes
Data de início do ano letivo foi divulgada em reunião, na tarde desta terça-feira. (Foto: Leca)Data de início do ano letivo foi divulgada em reunião, na tarde desta terça-feira. (Foto: Leca)

O Governo do Estado, juntamente com a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), adiou nesta terça-feira (26) a data de início do ano letivo para os alunos da rede estadual de ensino. As aulas nas escolas dos 79 municípios, que iriam começar no dia 15 de fevereiro, começarão no dia 29 por conta da situação de emergência em alguns municípios, decretada por causa das chuvas.

Conforme a governadora em exercício, Rose Modesto, os professores retornarão ao trabalho antes, no dia 22. “O Governo do Estado não vai medir esforços para que os estudantes tenham garantidos os seus direitos, assim como os professores”, mencionou ela, em nota divulgada no site do governo na tarde desta terça-feira (26).

A mudança do início do ano letivo atende pedido de prefeitos do Estado, por meio da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul). Segundo eles, as aulas poderiam ser prejudicadas em municípios onde foram decretadas situações de emergência, já que esses locais ainda sofrem com os estragos das chuvas que atingem Mato Grosso do Sul desde o ano passado.

O presidente da Fetems, Roberto Botarelli, aprovou a alteração da data porque alunos não serão prejudicados. “A nossa proposta era manter o início do ano letivo em 15 de fevereiro, mas o fato de a mudança não impor sábados letivos deixa a situação favorável. Isso porque a maioria dos alunos não costuma ir às aulas nos sábados. Então, tendo aulas só de segunda a sexta-feira mantém a qualidade da educação”, disse. Com a mudança, o encerramento do ano letivo deve ocorrer em 18 de dezembro.

Na ocasião, Rose Modesto também anunciou que o Estado fará uma folha de pagamento complementar em 15 de março para pagar os salários de professores convocados que começarão a trabalhar em 22 de fevereiro. “Essa é uma reivindicação antiga da Fetems que foi atendida. Antes, os professores começavam a trabalhar em fevereiro para receber em abril. Essa mudança é uma vitória para nós”, comemorou o presidente da Fetems.

Novos professores - A secretária de Estado de Educação, Maria Cecília Amendola da Motta, e o secretário de Estado de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, também divulgaram que 500 novos professores concursados serão convocados para o trabalho entre 22 e 29 de fevereiro. Outros 300 novos profissionais da área administrativa também serão chamados para o trabalho nas escolas, sendo que as convocações vão acontecer entre 15 e 22 de fevereiro.

Em Campo Grande, volta às aulas está mantida para o dia 15 de fevereiro
O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), não vai adiar o início das aulas da Rede Municipal de Ensino, mantendo o calendário escolar, que pre...
Governo já admite adiar início do ano letivo, mas sem aulas aos sábados
O Governo do Estado já admite acatar a reivindicação dos prefeitos e adiar o início das aulas,  programado para o dia 15 de fevereiro, mas sem necess...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions