A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

03/08/2008 20:21

Antropólogos dizem ser perseguidos em estrada de Tacuru

Redação

A Funai pode requisitar nessa segunda-feira proteção da Polícia Federal para as equipes responsáveis por vistorias para delimitação de terras guarani-kaiowá em Mato Grosso do Sul.

A necessidade de reforçar a segurança surgiu após um incidente neste domingo, em uma estrada na região de Tacuru.

Dois antropólogos e um motorista da Funai dizem ter sido seguidos, colocados em risco e fotografados por dois homens.

Segundo boletim de ocorrência, divulgado pela Policia Civil de Tacuru, o carro foi perseguido na MS-295, por volta das 9 horas deste domingo.

No veículo da Funai, estavam os antropólogos Paulo Sérgio Delgado e Ruth Henrique da Silva, além do motorista Eurípedes Miguel da Silva.

Essa equipe é responsável pelas vistorias para demarcações em Dourados, Mundo Novo, Japorã, Sete Quedas e Paranhos.

Quando transitavam pela rodovia, os antropólogos disseram à polícia que perceberam um Fiat Uno (com placa de Guaíra - PR) os seguia.

Aumentaram a velocidade, mas continuaram a ser

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions