A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/08/2014 11:33

Ao completar 20 anos de criação, UEMS vai ampliar ensino à distância

Leonardo Rocha
Reitor Fábio Edir dos Santos destaca participação da UEMS no desenvolvimento do Estado (Foto: Assessoria/ALMS)Reitor Fábio Edir dos Santos destaca participação da UEMS no desenvolvimento do Estado (Foto: Assessoria/ALMS)

A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) foi homenageada hoje (08) em sessão especial da Assembleia Legislativa, por seus 20 anos de história dedicada a formação de profissionais e desenvolvimento do Estado. O evento teve a participação do prefeito Gilmar Olarte (PP), de ex-reitores da universidade e do ex-governador Pedro Pedrossian.

Nesta solenidade foram homenageados aqueles que contribuíram para o desenvolvimento da instituição, entre eles os ex-reitores Jair Madureira (1º reitor), Leocádia Petry Leme e Gilberto Arruda, além dos ex-deputados Walter Benedito Carneiro e Roberto Razuk, que participaram da constituição da UEMS, assim como Pedrossian.

O atual reitor Fábio Edir dos Santos afirmou que a instituição está em 15 municípios do Estado, além de existir polos de ensino a distância em 10 cidades, na parcerias com as prefeituras.

"Nós conseguimos abranger todas as regiões do Estado, estamos focados no desenvolvimento, na capacitação de profissionais que vão atuar no mercado de trabalho".

Ele ponderou que são 54 cursos graduação (presenciais), 12 cursos de pós-graduação, 11 mestrados e um doutorado, atendendo a oito mil alunos em todo Estado. O quadro de funcionários é de 700 docentes e 300 técnicos. "Nossa expectativa é de aumentar os cursos a distância no próximo ano, onde temos uma flexibilidade maior, assim como ampliação de cursos em Coxim e Ivinhema, de forma adequada, com os recursos disponíveis".

Ao longo destes 20 anos de atuação, a universidade formou 11 mil acadêmicos, sendo que 82% estudantes vieram do ensino público e 70% dos graduados eram residentes de Mato Grosso do Sul.

"Desde o início houve a preocupação em levar estas graduações ao interior, àqueles que não conseguem chegar aos grandes centos, principalmente na formação de professores, que era um déficit no Estado, quando ela foi criada", apontou Fábio.

O reitor ainda revelou que a evolução do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) no Estado se deve justamente aos profissionais formados na instituição, que foram essenciais para o desenvolvimento da educação básica. "Temos este retorno dos municípios, que mostra a importância e participação da universidade".

O professor e pró-reitor da UEMS, Jelly Makoto, ressaltou que a universidade contribuiu de forma essencial para qualificação de mão de obra do Estado, que ajudou na economia e crescimento de Mato Grosso do Sul.

A professora do curso de Letras, Zélia Nolasco, destacou que a contribuição da instituição foi indescritível, com a inserção de novos profissionais no mercado de trabalho, com a capacitação destes recursos humanos.

"Muitos alunos da rede pública tiveram acesso a graduação, o que gera uma transformação na sociedade, por isso é preciso ter mais carinho com esta universidade, que está em boa situação, mas poderia ser melhor pelo seu alto potencial".

Projetos - Além da construção da unidade universitária em Campo Grande, que vai atender a 1,8 mil alunos, também está sendo feito investimentos no campus de Dourados, onde fica a sede da UEMS, com a ampliação de salas de aulas, no valor de R$ 3,5 milhões.

"Estamos em um ótimo cenário financeiro que está crescente, temos nossa autonomia administrativa, mas vamos chegar também a financeira, o que podemos dizer é que os recursos disponíveis estão atendendo as expectativas", ressaltou o reitor.

De acordo com ele, o orçamento da universidade deste ano foi de R$ 107 milhões para o custeio e irá aumentar para R$ 120 milhões em 2015. Se houver nesta conta a soma dos investimentos na instituição, os valores do ano que vem sobem para R$ 190 milhões.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions