A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

19/05/2009 09:17

Após 1 ano de espera, "pré-assentados" pressionam Incra

Redação

Na tentativa de pôr fim a situação de morar em barraco de lonas na terra que já lhes pertence, um grupo de 40 pessoas da FAF (Federação da Agricultura Familiar) fazem protesto, hoje, em frente ao Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) de Campo Grande.

Há um ano e quatro meses na categoria de "pré-assentados" na fazenda Indaiá, em Aquidauana, eles denunciam que o órgão federal não demarca os lotes, impossibilitando que tomem posse dos lotes e comecem a produzir.

"A expectativa é sair daqui com uma posição do superintendente do Incra, para que a terra seja cortada logo", afirma Ducinéia do Espírito Santo, que aguarda para tomar posse da terra junto com o maridos e três dos cinco filhos.

Ela explica que o casal trocou a vida de caseiros em fazenda pela loteria de disputar um lote do Incra por causa dos filhos.

"A gente nunca se fixava. Os meninos não tinham lugar certo para estudar".

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions