A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/03/2008 11:27

Após 2h de espera, assassinato de jovem fica sem perícia

Redação

O assassinato de Erickson da Silva, 18 anos, ocorrido por volta de 6 horas deste domingo no Jardim Tijuca em Campo Grande, ficou sem perícia. O local do crime, uma residência localizada na Rua Babeuna, não foi periciado.

De acordo com boletim de ocorrência da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), os policiais chegaram no local por volta de 6h45 e permaneceram na casa até às 9 horas. Neste período tentaram entrar em contato os peritos criminais por celular, rádio e via Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança), mas não conseguiram.

Os peritos de plantão, assim como outros representantes da segurança pública, possuem celulares da Vivo para serem usados a trabalho. Neste domingo, a Vivo informou que os celulares da operadora ficaram fora do ar das 5h22 até às 10 horas, devido a uma falha no sistema da empresa.

Apesar da telefonia móvel ter apresentado problemas, por nenhum outro meio de comunicação foi possível acionar a perícia, essencial para os desdobramentos da investigação.

Erickson foi assassinado a tiro após uma briga na residência onde era realizada uma festa. O autor do crime foi apontado Enéias Fernandes Paredes, 21 anos, que ainda não foi preso. A polícia ainda não sabe o motivo do crime.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions