A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

30/08/2009 08:12

Após manifestação, ponte deve ser liberada em 15 dias

Redação

Cerca de mil pessoas participam do protesto pela liberação da ponte sobre o Rio Paraná, que liga Brasilândia (MS) e Paulicéia (SP). A inauguração prevista para 27 de junho passado foi adiada por tempo indeterminado por questão de agenda governamental.

Há pouco, segundo a Polícia Militar, os prefeitos de Paulicéia e Brasilândia fecharam um acordo com a Cesp (Companhia Energética de São Paulo) para concluir a obra da ponte e ativá-la em 15 dias.

A PM garantiu que a manifestação foi pacífica e tranquila, sem incidentes. Moradores da região alegam que a demora na inauguração está emperrando o desenvolvimento da economia nas duas cidades, porque a passagem pelo rio Paraná é feita com o auxílio de balsa e pela demora, muitos motoristas preferem circular por outras vias.

Em junho de 2004 o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou a retomada da construção. Com orçamento para o seu término de R$ 50 milhões a ponte voltou a ser construída e finalmente os seus 1.709 metros de extensão estão concluídos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions