A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/07/2009 11:29

Ari Artuzi reúne advogados, sob risco de prisão

Redação

O prefeito de Dourados, Ari Artuzi (PDT), esteve reunido há pouco com advogados depois de boatos sobre risco de mandado de prisão contra dele, dentro da Operação Owari, deflagrada pela Polícia Federal.

A assessoria do prefeito informa que a discussão foi rápida, mas não detalha onde ocorreu a reunião e qual o assunto discutido. Assessores dizem apenas que o prefeito está em Dourados e não é "foragido".

Artuzi disse hoje cedo ao Campo Grande News que tem todo o interesse em descobrir a verdade e o que realmente motivou a operação da PF.

O prefeito também reuniu secretários e servidores hoje para definir novo reordenamento no município, após prisão de pessoas com cargo de chefia. A prefeitura não comenta a acusação de fraudes em licitações para beneficiar o empresário Sizuo Uemura.

Se realmente se confirmar a prisão de Artuzi, que tem foro privilegiado, portanto só o Tribunal de Justiça pode autorizar a prisão, a cidade ficará sem prefeito, sem vice e sem o presidente da Câmara.

No total, até agora 21 pessoas foram presas e mandados de busca e apreensão cumpridos em empresas da família Uemura.

Em nota ofical, o prefeito Ari Artuzi esclareceu que aguarda o pronunciamento oficial, para a partir de então, prestar qualquer declaração a respeito.

"Artuzi reitera que respeita o trabalho da Polícia Federal e que as investigações sejam conduzidas de acordo com o devido processo legal", diz em nota.

A assessora especial do prefeito Ari Artuzi, de Dourados, Márcia Fagundes, também foi presa pela Polícia Federal na Operação Owari, para desmantelar uma organização criminosa que tinha vantagens com prefeituras explorando serviços públicos sem processo licitatório, além de outros crimes, como lavagem de dinheiro.

Além dela, estão presos o vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Carlinhos Cantor, secretário de Habitação de Dourados, Jorge Dauzacker, o secretário de Governo, Darci Caldo, o secretário de Obras e Serviços Urbanos, Carlos Iores, secretário de Saúde, Sandro Bárbara, o filho do ex-prefeiro André Tetila, além do vice-prefeito de Ponta Porã e do ex-secretário de Saúde do Estado, Paulo Esteves. Também está na delegacia o presidente da Câmara de Vereadores de Dourados, Sidlei Alves (DEM).

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions