A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/02/2010 11:19

Redação

As aulas nas escolas públicas e várias da rede privada de Campo Grande começam na próxima segunda-feira, dia 8 de fevereiro, e às vésperas do início do ano letivo pais lotam as livrarias em busca do material escolar.

No centro da cidade a aglomeração nos estabelecimentos era grande na manhã deste sábado. Em alguns foi preciso limitar a entrada de clientes, para evitar tumulto maior. Era o caso da Livromat e Shop Tudo, localizadas na rua Dom Aquino. As filas ocupavam meia quadra.

De acordo com o número de pessoas que saiam, outras foram liberadas para entrar. Enquanto esperavam muitos aproveitavam para lanchar na fila, onde havia gestantes e crianças, inclusive.

O proprietário do Shop Tudo, Jorge Fernandes, 44 anos, disse que sequer conseguiu levantar as portas às 7 horas. Quando chegou já tinha muita gente esperando e precisou estabelecer o sistema de fila. Hoje o quadro de funcionários foi dobrado e oito caixas funcionam, mas o reforço não consegue dar conta da demanda pelas compras de última hora.

Jorge explica que a limitação é necessária para garantir atendimento ao cliente. "Se entra todo mundo não há como dar atenção", diz. Segundo ele, o movimento foi intenso durante a semana toda.

O gerente diz que quem deixou para comprar na última hora não teve descontos. "

Ministério Público faz contrato de R$ 3 milhões com empresa de informática
O MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) firmou contrato de R$ 3,3 milhões com a empresa Click Ti Tecnologia Ltda. Com validade de seis me...
Novos critérios definem morte encefálica e afetam doação de órgãos
O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou hoje (12) critérios mais rígidos para definir morte encefálica. A mudança nos procedimentos tem impacto...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions