A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

03/12/2010 07:53

Assaltantes destroem agência do BB e usam clientes como escudo em MT

Ana Maria Assis
(Só Notícias)
Um dos carros da polícia foi metralhado pelos assaltantes.(Só Notícias) Um dos carros da polícia foi metralhado pelos assaltantes.

Na manhã de ontem uma agência do Banco do Brasil, em Campo Novo dos Parecis (MT), 387 km de Cuiabá, foi assaltada por cerca de 10 homens, que chegaram a usar diversos reféns como escudo. A quadrilha, fortemente armada, invadiu a agência, que fica a 20 metros da delegacia e exigiu que clientes e funcionários fizessem uma barreira para evitar que a polícia reagisse.

O assalto durou cerca de 45 minutos. Os bandidos dispararam muitos tiros e antes de ir embora, ainda atearam fogo na agência e metralharam um carro da polícia, levando uma quantia em dinheiro que não foi divulgada.

No tiroteio, o delegado Éder Clay de Santana foi baleado na perna e passou por cirurgia ontem mesmo, o estado de saúde dele é estável. Mais duas pessoas que estavam nas proximidades da agência também acabaram feridas, uma no pé e, outra, de raspão.

Sete pessoas, entre clientes e bancários foram levados pelos ladrões durante a fuga. Eles foram em duas camionetes, uma simples e outra S10 cabine dupla. Partiram com os reféns em direção à São José do Rio Claro.

Eles seguiram até o Rio do Sangue, a cerca de 80 quilômetros de Campo Novo do Parecis, onde liberaram os reféns e incendiaram mais um veículo, desta vez para não deixar pistas para a polícia.

A tranqüila cidade de Campo Novo do Parecis, conforme sites de notícias da região, foi transformada pelo assalto em uma verdadeira "praça de guerra".

Segundo informações de noticiários da cidade, “esse tipo de ação tem se tornado rotineira no interior de Mato Grosso, sobretudo, porque, a região é rica em agronegócio e um grande volume de dinheiro circula diariamente na região”.

Para controlar a situação ao longo do dia de ontem, policiais das delegacias das Regionais de Diamantino e Tangará da Serra realizaram barreiras por toda a região, além disso, PRF (Polícia Rodoviária Federal) e PM (Polícia Militar), inclusive com helicóptero, além de uma equipe do Bope (Batalhão de Operações Táticas) também participaram da operação na tentativa de recuperar os reféns e conter os bandidos e toda a destruição, com incêndios a veículos e disparos de armas de fogo que estavam, que estavam causando por onde passavam.

A parte interna do banco ficou destruída e os bandidos não foram capturados.

(Com informações dos sites mato-grossenses: Repórter News, Expresso MT e Só Notícias)

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions