A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Junho de 2017

02/12/2016 07:47

Assembleia discute hoje crimes de fronteira e sistema prisional

Aline dos Santos
Governo federal não ajuda a custear presos por tráfico. Governo federal não ajuda a custear presos por tráfico.

A responsabilidade da União na segurança da região de fronteira será discutida em audiência pública hoje (dia 2) na Assembleia Legislativa.

A reunião vai das 8h às 18h. Na pauta do debate, estão crimes típicos da área fronteiriça: tráfico internacional de drogas, contrabando, facções criminosas em território paraguaio. Mato Grosso do Sul faz fronteira com Paraguai e Bolívia.

Com 46 unidades penais e 15.183 presos, o sistema prisional custa R$ 22 milhões por mês aos cofres públicos do Estado. Grande parcela dos internos é por tráfico de drogas, mas os custos não é compartilhado com o governo federal. 

Os dados foram fornecidos pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) em maio deste ano. A audiência foi proposta pelo presidente da Assembleia, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), e pelo deputado Carlos Alberto David dos Santos (PSC), o coronel David.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions