A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

18/05/2018 19:37

Associação convoca paralisação de caminhoneiros a partir de segunda-feira

Adriano Fernandes
Outras entidades que não fazem parte da categoria de transporte rodoviário de cargas também estão aderindo à paralisação. (Foto: Arquivo) Outras entidades que não fazem parte da categoria de transporte rodoviário de cargas também estão aderindo à paralisação. (Foto: Arquivo)

A Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros) convocou a todos os caminhoneiros autônomos do país a participarem da Paralisação Nacional dos Caminhoneiros Autônomos contra os impostos no óleo diesel. A paralisação tem previsão de início às 6h de segunda-feira (21).

Em nota, a associação devilgou que a decisão foi tomada após esperar por uma resposta do Governo Federal, que até o momento, não se manifestou quanto a algumas das reivindicações da categoria.

Dentre eles, a redução da carga tributária incidente sobre operações com óleo diesel a 0 (zero), sendo elas as alíquotas da contribuição para PIS/PASEP - e Confins - incidentes sobre a receita bruta de venda no mercado interno de óleo diesel a ser utilizado pelo transportador autônomo de cargas.

E que torne isentas da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) o incidido sobre a receita bruta de venda no mercado interno de óleo diesel a ser utilizado pelo transportador autônomo de cargas. Conforme a Abcam, o aumento constante do preço nas refinarias e dos impostos que recaem sobre o óleo diesel tornou a situação insustentável para o transportador autônomo.

Além da correção quase diária dos preços dos combustíveis realizado pela Petrobrás, que dificulta a previsão dos custos por parte do transportador, os tributos PIS/Cofins, majorados em meados de 2017, com o argumento de serem necessários para compensar as dificuldades fiscais do governo, são o grande empecilho para manter o valor do frete em níveis satisfatórios.

“Pedimos que todos os caminhoneiros deste país façam a paralisação em suas casas, ou em postos de abastecimento, SEMPRE DE FORMA PACÍFICA E SEM PREJUDICAR O DIREITO E IR E VIR de outros condutores. Não apoiamos atos de violência, agressões, barricadas nas rodovias ou atos de depredação de patrimônio público”, diz o documento.

Outras entidades que não fazem parte da categoria de transporte rodoviário de cargas também estão aderindo à paralisação, são elas: União Geral dos Transportadores Escolares (UGTESP), Cooperativa de Turismo do Distrito Federal (COOPETUR), Sindfrete, Unitrans Brasil, Sindicato de Escolares de Pernambuco e Sindicato de Taxistas de São Paulo e Nordeste.

Último sorteio da Mega-Sena na semana pode pagar até R$ 22 milhões
O sorteio deste sábado (22) da Mega-Sena pode pagar até R$ 22 milhões para um ou mais acertadores que marcarem a seis dezenas premiadas do prêmio.  E...
MEC quer programa para ocupar vagas ociosas em universidades públicas
O Ministério da Educação (MEC) estuda criar ainda este ano uma nova modalidade do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), chamada Sisu Transferência, vo...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions