A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/08/2013 20:49

Associação de instituições federais de ensino superior apoia Mais Médicos

Mariana Tokarni, da Agência Brasil

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) decidiu apoiar o Programa Mais Médicos. O posicionamento foi divulgado hoje (2), em nota, após reunião plenária da associação em Belém (PA).

A associação entendeu que o programa do governo tem o “mérito de fortalecer o Sistema Único de Saúde [SUS], voltado para atender a toda a população, principalmente as parcelas mais excluídas do país”. A Andifes comprometeu-se a colaborar para o aprimoramento e a implantação do projeto no país.

A Andifes vê como “natural” que as universidades federais sejam interlocutoras na política que tem como objetivo “o respeito aos profissionais de saúde e uma especial atenção para a saúde básica, sobretudo, para a saúde familiar”.

Segundo a nota, a Andifes também se posiciona favoravelmente à expansão e oferta com qualidade dos cursos de medicina, a universalização e modificação da estrutura de residência médica, o contrato entre a rede de saúde e o SUS, a revisão dos mecanismos e sistemas atuais de certificação, acompanhamento de avaliação dos cursos e a oferta regular de tutores para o acompanhamento integral dos alunos.

Na manhã desta sexta-feira, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, conversou com os reitores. Ele destacou que a adesão das instituições é fundamental para garantir qualidade aos serviços prestados pelos médicos do programa.

Um total de 41 universidades federais fez a pré-adesão ao Mais Médicos e tem até o fim do mês para confirmar a participação no programa, segundo Mercadante.

*Colaborou Yara Aquino

Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...


Parabéns à Associação de Instituições Federais de Ensino Superior, que aderiu ao Programa Mais Médicos do Governo Federal. Somente aqueles que tem outra ótica de continuar aproveitando da desgraça dos necessitados vai repudiar o referido programa. A gente percebe somente desejo ganancioso da classe médica, só desejam lucrarem, lucrarem e lucrarem com a miséria dos necessitados . Depois vem com falso argumento dizendo que "se preocupam com a saúde da população". Tem que entrar mais médicos sim, a população não aguenta mais os descasos: mal atendimento, erros médicos, daqueles que são formados aqui no Brasil e que se consideram os bam, bam, bans, e só querem ficar apinhados nos grandes centros e de preferência nas capitais. O juramento, a ética, a legalidade e a moralidade de compadecer-se d
 
João Alves de Souza em 02/08/2013 21:44:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions