A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

20/04/2010 15:40

Associação investiga negligência em caso de transplante

Redação

A AVEM-MS (Associação de Vítimas de Erros Médicos) investiga denúncia de negligência em relação a transplante de coração. O caso foi denunciado pela família de uma paciente que está internada há dois meses na UCO (Unidade de Tratamento Coronário) da Santa Casa.

A dona de casa Maria Anunciação Matias de Moraes, 34 anos, foi internada no início de fevereiro, com fortes dores no estomago. Após os primeiros exames, foi diagnosticada uma doença no coração em decorrência do pós-parto, com alteração no tamanho do órgão. Ela tem uma filha de quase um ano de idade.

O marido, Luis Fernando Plácido de Souza, 30 anos, disse que quinze dias após a internação, os médicos avisaram que seria necessário realizar um transplante de coração. "A qualquer momento ele pode morrer, o médico avisou", diz.

O presidente da associação, Valdemar Moraes de Souza, explica que serão averiguados os prazos e datas da internação no prontuário de Maria e, a partir disso, será acionado o MPE (Ministério Público Estadual) para saber se houve negligência por parte do hospital ou da Central de Vagas, órgão da Secretária de Saúde.

"Precisamos descobrir porque ela está internada há dois meses e o pedido de transplante se arrasta, já que o quadro é gravíssimo. E se há demora no diagnóstico ou na prioridade da Central de Vagas", comentou.

O Estado não tem estrutura para o transplante de coração, a equipe est´qa desativada, o que torna a situação mais delicada. "Ninguém se manifesta, ninguém fala porque transplante de coração não é feito.

"

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions