A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/07/2013 09:57

Avião caiu em Porto Murtinho durante tentativa de pouso, aponta perícia

Graziela Rezende
Aeronave caiu e duas pessoas morreramAeronave caiu e duas pessoas morreram

O pecuarista Guilherme Coimbra Prata, 50 anos, tentava pousar o avião, quando houve a queda em Porto Murtinho. Peritos concluíram que o freio foi acionado. O delegado Roberto Gurgel, titular da delegacia de Bonito, diz que a queda ocorreu durante um procedimento em que o piloto reduziu a velocidade e tentava efetuar um pouso. Duas pessoas morreram na sexta-feira de manhã. 

No local do acidente, que fica na região da Serra de Bodoquena, em Porto Murtinho, a 431 quilômetros de Campo Grande, Gurgel diz que o freio de pouso estava acionado. Outro indício de redução de atividade foi o acionamento do Flap, que fica na parte de trás da asa. 

“Isso só é possível quando a velocidade está baixa, em média 80 km/h, passível de pouso”, explica o delegado Gurgel. Além dele, técnicos da FAB (Força Aérea Brasileira) também participaram das investigações e enviaram uma série de informações para São Paulo.

“Nós permanecemos no local até às 19h e eles coletaram uma série de dados, no qual vamos manter uma troca, aglutinando tudo para concluir o que realmente aconteceu”, afirma Gurgel.

Nesta segunda-feira (22), a polícia pretende iniciar as oitivas. “Vamos entrar em contato com as pessoas que estavam com as vítimas na fazenda, assim que eles saíram. Se não conseguirmos, a intenção é ir pessoalmente ao local. O próximo passo é falar com os familiares em Presidente Prudente (SP)”, comenta o delegado.

Além dos depoimentos, a Polícia Civil aguarda os laudos para saber se houve alguma falha mecânica, qual a condição do tempo no momento do acidente e se havia algum local para abastecimento no trajeto.

“Precisamos saber se ele tinha plano de voo e se iria parar para abastecer", conta. A polícia já teve a informação de que os pecuaristas Guilherme Coimbra Prata, 50 anos, e Geraldo Ribeiro, 53 anos, eram bem cuidadosos com a manutenção do avião.

O caso é investigado até o momento como morte a esclarecer. “As duas pessoas diretamente envolvidas no fato faleceram e em um primeiro momento tratamos o fato como um acidente, mas não descartamos também a hipótese do caso se desdobrar e possivelmente existir alguma sabotagem”.

O avião Bonanza A36, prefixo PRKEK, era pilotado por Guilherme e tinha Geraldo como co-piloto. Eles haviam passado uma semana no Paraguai, estavam a caminho da Fazenda Mestiça e posteriormente o destino seria São Paulo.

Polícia Civil confirma duas mortes em queda de aeronave em Murtinho
A Polícia Civil de Bonito e peritos de Jardim estão na Fazenda Mestiça, em Porto Murtinho, a 431 quilômetros da Capital, onde uma avião modelo Bonzan...
Aeronave cai em fazenda de Porto Murtinho e pode ter matado dois
Uma aeronave caiu no município de Porto Murtinho, a 431 km de Campo Grande, nesta sexta-feira. De acordo com a assessoria de imprensa da Base Aérea d...
Aeronave apreendida no tráfico de drogas é doada à PM
Foi assinada nesta quarta-feira (17) a doação de uma aeronave bimotor apreendida por ser usada no tráfico de drogas, à Polícia Militar (PM) de Mato G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions