A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

15/10/2010 10:59

Repórter News: Passageira reclama de furto durante voo

Redação

A empresária Bruna Maiolino levou um susto ao chegar em casa depois de desembarcar no aeroporto Internacional de Campo Grande.

Ela diz que as duas malas estavam "reviradas" e constatou que alguns pertences pessoais foram retirados da bagagem, como perfumes, bijuterias e relógios.

"As duas malas não estavam mais com o lacre verde da TAM [empresa pela qual a empresária viajou]. Mas quando embarquei em Guarulhos (SP), eu mesma fiz o check-in e vi os lacres", diz.

Bruna acredita que a bagagem dela e da tia, Celínia Maiolino, foram reviradas no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

"Procurei a TAM e eles me disseram que nada podem fazer porque identifiquei o roubo fora do aeroporto. Já comuniquei a Infraero e a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), mas não tive retorno. Fiz Boletim de Ocorrência na Delegacia Civil de Campo Grande e vou entrar com recurso na justiça", disse ela.

De acordo com o superintendente do Procon de Mato Grosso do Sul, Lamartine Ribeiro, neste caso o consumidor deve recorrer imediatamente ao Procon para que se busque a alternativa.

"Infelizmente a situação é frágil, pois ela teria que verificar no local as malas. A empresa pode afirmar que foi um roubo doméstico e se abstrair de qualquer erro. Com a denúncia no Procon fica mais fácil ela entrar na justiça, já que comprovaríamos que a empresa foi notificada do roubo e que houve prazo para a solução", explica ele.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions