A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/05/2010 13:53

Bancários querem abertura das agências às 8 horas

Redação

Os bancários já abriram as negociações salariais e colocam de novo na pauta de reivindicações a proposta de mudar o horário de funcionamento das agências.

Para acabar com as filas, a idéia defendida é de abertura às 8 horas da manhã, para dessa forma ter duas turmas de trabalhadores contratados. Pelos bancários, os turnos ideais serão de seis horas. "Seriam turnos das 7 ao meio dia e do meio dia às 18h, assim é possível abrir mais cedo", diz Clementino Pereira , presidente do sindicato dos bancários de Campo Grande e região.

Atualmente, só quem tem cargo de chefia cumpre esse horário novamente.

Na lista de reivindicações que serão apresentadas, também estão ganho real, gratificação de função de chefia de 55% e previdência complementar.

A primeira reunião de negociações salariais dos bancários aconteceu na sexta-feira em Campo Grande, reuniu 45 dirigentes sindicais representando cinco sindicatos: Campo Grande, Navirai , Três Lagoas, Ponta Porã e Corumbá.

Durante o encontro, foram elaborados os pontos defendidos pelos bancários sul-mato-grossenses. As propostas serão levadas para o encontro interestadual, nos dias 22 e 26 de junho, em Itanhanhem (SP).

Esse encontro em SP congrega 300 a 350 representantes sindicais de 24 sindicatos filiados. Quando será elaborada uma minuta que será debatida no encontro nacional, no mês de agosto.

Após o encontro nacional, uma única minuta será entregue aos banqueiros antes da data base que é em setembro.

O sindicato que representam bancários de Campo Grande e região tem 1.8 mil filiados, de 27 municípios. Só na Capital são 90 agências e 14 unidades financeiras.

No Estado são seis os sindicatos que representam a categoria.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions