ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  17    CAMPO GRANDE 10º

Cidades

Braçal pode ter morrido por conta do frio em Dourados

Por Redação | 07/09/2008 11:00

Raimundo Nonato Almeida Costa, de 24 anos, morreu na madrugada deste domingo na área rural do município de Dourados, próximo à BR-463. A perícia deve apontar o que causou a morte do jovem, mas o amigo, que estava com ele, conta que estava muito frio e que eles ingeriram uma grande quantidade de bebida alcoólica para se aquecerem.

Raimundo e Wilson Soares Pires, de 33 anos, chegaram ao clube Racho do Laço, onde acontecia um rodeio, às 17h30 e saíram às 23h30.

Os dois, ambos trabalhadores braçais, estavam à pé e seguiam para a fazenda Larissa, onde estavam alojados, um percurso de cerca de 10 quilômetros. No meio do caminho Raimundo disse que estava passando mal e não conseguia prosseguir. Então eles resolveram descansar, desceram um barranco e se cobriram com mato para se protegerem do frio.

Cerca e uma hora depois, por volta de 3 horas, Wilson acordou e quando chamou Raimundo percebeu que ele não tinha reação. Ele então foi até a fazenda onde estavam hospedados e quando o técnico de segurança do trabalho da Usina Monte Verde

Nos siga no Google Notícias