A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/11/2015 09:48

Campo-grandense fica para ouvir música e escapa de noite de terror

Thiago de Souza
Mário Pinheiro vive há 15 anos na França e não esperava por tanto terror. (Foto: Reprodução/FB)Mário Pinheiro vive há 15 anos na França e não esperava por tanto terror. (Foto: Reprodução/FB)

O jornalista e professor campo-grandense, Mário Pinheiro, 54 anos, por pouco não esteve muito próximo aos atentados terroristas em Paris, na noite dessa sexta-feira (13). Ele costuma sair todas as sextas-feiras à noite, mas na última preferiu ficar em casa ouvindo música e tomando um vinho. Ele iria para o Distrito 12, setor vizinho de onde fica a casa de espetáculos Bataclan, local mais atingido pelos ataques, com mais de 100 mortos.

Pinheiro está há 15 anos no país europeu. Trabalha na educação de crianças especiais e recebeu a informação dos atentados em casa, pela rádio. Ele relata que a Franca já estava “jurada” pelo Daech (Estado Islâmico em árabe), mas disse que ninguém esperava um atentado com tanta fúria e intensidade. “Ninguém imaginava esta cena. Há muita tensão e tristeza. Muita emição”, relatou o brasileiro.

O Estado Islâmico reivindicou os atentados, que até o momento deixou 128 mortos e 250 feridos. Segundo a cônsul brasileira na França, Maria Edileuza Fontenele Reis, há dois brasileiros feridos, mas que já foram hospitalizados e estão fora de risco.

Mário disse ainda que o clima de terror paralisou a França. “Tem 11 linhas de metrô fechadas. Museus, instituições públicas e fronteiras fechadas", lamentou o jornalista. 

O campo-grandense disse que pretende voltar ao Brasil, não por conta do terrorismo, mas para trabalhar com crianças especiais daqui, sem perder o vínculo com a França.

Jornalista ficaria perto do Bataclan onde mais de cem pessoas morreram. (Foto: DN.pt)Jornalista ficaria perto do Bataclan onde mais de cem pessoas morreram. (Foto: DN.pt)
Atentados em Paris têm mais de 127 mortos e 180 feridos, diz polícia
Fonte policiais francesas afirmaram hoje (14) que os atentados terroristas desa sexta-feira (13) à noite, em Paris, causaram pelo menos 127 mortos. H...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions