ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 20º

Capital

“Matei 3 e vou matar de novo”, disse paciente antes de atacar enfermeiro

Suspeito está sob escolta policial na Santa Casa de Campo Grande

Por Adriano Fernandes | 11/09/2019 23:44
Setor onde paciente era atendido por psicóloga no momento do ataque. (Foto: Paulo Francis)
Setor onde paciente era atendido por psicóloga no momento do ataque. (Foto: Paulo Francis)

Foi identificado como Carlos Gomes da Silva, de 34 anos, o paciente que durante esta tarde (11) feriu um enfermeiro do Caps (Centro de Assistência Psicossocial) do Aero Rancho em Campo Grande. Antes de atingir Ubirajara Viana Ferreira, de 35 anos, com um canivete, o rapaz disse a uma psicóloga que já tinha matado três pessoas e que “iria matar de novo”.

A vítima foi ferida enquanto pegava arquivos de outros pacientes do UPA, na mesma sala em que o suspeito estava. Carlos chegou a unidade alterado e nervoso. Ao ser recebido por uma psicóloga ele disse que os remédios que estava tomando não estavam fazendo mais efeito e que sentia vontade de matar uma pessoa, mas que não machucaria a profissional.

Ubirajara então ficou em pé ao lado do enfermeiro enquanto o homem pegava a documentação. Foi quando aproveitou a distração dele e acertou o enfermeiro no abdômen, no rosto e cotovelo esquerdo, usando o canivete.

Em seguida ele ainda foi para cima da psicóloga, mas acabou contido por outros funcionários da unidade hospitalar. Tanto a vítima, quanto o rapaz, foram encaminhados para a Santa Casa. Ele está sob escolta policial na unidade. Ainda conforme o registro policial, o paciente frequentva o Caps desde 2014, mas nunca teria apresentado comportamento violento.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário