ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 10º

Capital

“Parecia Rio de Janeiro”, diz morador que acordou com tiroteio no Centro

Por Viviane Oliveira e Marcus Moura | 30/01/2017 10:21
Adalto diz que só não ficou com medo porque está protegido em casa (Foto: André Bittar)
Adalto diz que só não ficou com medo porque está protegido em casa (Foto: André Bittar)
Policiais federais periciam agência arrombada durante à madrugada (Foto: André Bittar)
Policiais federais periciam agência arrombada durante à madrugada (Foto: André Bittar)

"Campo Grande está parecendo o Rio de Janeiro". A frase é do aposentado Adalto Morais, 81 anos, que acordou com o tiroteio entre bandidos e policiais, por volta de 1h da madrugada desta segunda-feira (30), na região central.

Quatro bandidos, ainda não identificados, foram mortos por policiais do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), ao tentarem invadir para furtar a agência da ETC (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos), na rua Doutor Arthur Jorge.

“Acordei com os estampidos dos tiros, parecia foguetinho passando na rua. Por um momento, achei que o alvo dos bandidos era o hipermercado Extra”, conta. O aposentado, que mora na redondeza, afirma que só não ficou com medo porque estava protegido em casa.

Outra moradora, que pediu para não ter o nome divulgado, ficou assustada com os barulhos dos tiros. “Foi durante à madrugada e fiquei com medo”, relata a moradora de um dos prédio da rua Maracaju.

Conforme a polícia, equipe do Bope fazia rondas na região, quando avistou dois homens suspeitos dentro do veículo Corsa, de cor vinho, estacionado na via, um ladrão já dentro da agência dos Correios, e dois integrantes do grupo na esquina da Rua Antônio Maria Coelho.

Quando os policias se aproximaram, foram recebidos a tiros e revidaram. Segundo informações apuradas pelo Campo Grande News, um carro escuro dava apoio ao bando e também teria atirado contra os militares. Nenhum policial foi ferido. No total, foram encontrados no asfalto 14 projéteis de arma de fogo.

Caiu no gosto dos ladrões - As agências dos Correios “caíram no gosto” dos ladrões e no ano passado, furtos e arrombamentos deram prejuízo de pelo menos R$ 1,1 milhão em Mato Grosso do Sul. Arrombamentos são mais comuns no fim de semana, durante à noite e em agências em locais ermos.

Na madrugada do dia 16 deste mês, por exemplo, um homem de 25 anos foi preso após arrombar e tentar furtar a agência da ETC na Avenida Bandeirantes, no Bairro Guanandi. O crime ocorreu por volta das 2h de segunda-feira.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário