A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/08/2013 16:34

Abandono da Praça Ary Coelho reflete até em plantas, que estão secas

Bruno Chaves
Parte das plantas está seca e sem vida (Foto: Cleber Gellio)Parte das plantas está seca e sem vida (Foto: Cleber Gellio)

Quem passa pela Praça Ary Coelho, no Centro de Campo Grande, percebe que parte das plantas do local está seca e sem vida. Visivelmente sem água, as gramas e plantas, que ficam dentro da praça, ao lado da Rua 13 de Maio, estão morrendo e chamando a atenção de quem passa pelo local.

“Não sei o que acontece, mas está feio. Talvez pelo tempo seco, mas está sem vida”, diz a animadora de festas infantis, Jeane Nunes, 49 anos.

Há um mês, o Campo Grande News acompanha a situação do local. De lá para cá, pouca coisa mudou. Além de problemas com segurança, manutenção e limpeza, a questão da irrigação das plantas começa a chamar a atenção dos frequentadores.

“Principalmente nessa época do ano, onde o tempo é mais seco, deveria ser cuidado mais”, aponta a mulher. Sem realmente saber o que acontece, as pessoas notam a sequidão das plantas que ficam atrás do parquinho de diversões.

A área reservada às crianças, por sua vez, se resume a três brinquedos “sem graças”, na opinião de Maria da Glória Alves, 52 anos. Os outros atrativos do parque de diversões ou estão quebrados ou não existem. “Antes de reformarem, tinha bem mais brinquedos”, lembra.

Quem frequenta a praça rotineiramente, como a pesquisadora Ana Cláudia Rocha, 30 anos, percebe que as mudanças não acontecem. “Sempre que posso, trago minha filha para brincar aqui e tudo continua igual”, comenta.

De acordo com a mulher, dos seis brinquedos que tem no local, apenas dois funcionam. “Só tem esses aqui onde as crianças não têm nem diversão”, avalia Ana, dizendo que leva a filha de cinco anos ali porque trabalha com pesquisa de opinião no centro.

A falta de limpeza na praça também chama atenção de quem passa pelo centro. Não só os amontoados de sujeira, provenientes da própria natureza, mas também as embalagens de comidas e bebidas incomodam.

“A situação está bem crítica. O pessoal não está cuidando muito”, analisa o estoquista Andry Rodrigues, de 25 anos. O rapaz conta que apenas alguns minutos de passeio pelo local são necessários para se ouvir comentários negativos sobre a situação geral da Ary Coelho.

“Realmente escuto muito o pessoal falar que está suja, que os brinquedos estão quebrados e que não funcionam. Mas muitos lugares estão assim. Essas coisas não têm importância para as autoridades”, pensa.

Andry contou que mora na cidade há sete meses. Ele veio de Uberlândia (MG) e afirma que a situação de lá “não é tão diferente, mas a praça está mais bem conservada”.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Campo Grande foi procurada pela reportagem para explicar como funciona a manutenção na Praça Ary Coelho e responder perguntas sobre a irrigação das plantas, conservação do parque de diversões, limpeza e segurança da área. Mas, até o fechamento desta matéria, não recebeu resposta sobre os questionamentos.


Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...


Lamentável que um espaço tão bonito, funcional e importante para a cidade seja negligenciado desta forma. Sinceramente, não entendo como a praça mais tradicional e importante de Campo Grande pode estar tão abandonada. Imagine a situação das praças dos bairros mais distantes.
 
Eldes Ferreira em 14/08/2013 22:43:27
Embora possa haver omissão da Prefeitura no cuidado desses locais, referente a sujeira que se acumula, infelizmente temos que concordar, a maioria das pessoas não tem respeito ou bons modos. Bebem um refrigerante e jogam a embalagem no meio da rua, comem um salgadinho e "deixam" cair o saquinho, o canudinho, o copo descartável...enfim, falta de civilização! Se cada um fosse consciente e fizesse a sua parte, com certeza teria mais moral para cobrar o que realmente fosse de obrigação do serviço público.
 
Arlene Felisberto em 14/08/2013 19:55:58
Embora possa haver omissão da Prefeitura no cuidado desses locais, referente a sujeira que se acumula, infelizmente temos que concordar, a maioria das pessoas não tem respeito ou bons modos. Bebem um refrigerante e jogam a embalagem no meio da rua, comem um salgadinho e "deixam" cair o saquinho, o canudinho, o copo descartável...enfim, falta de civilização! Se cada um fosse consciente e fizesse a sua parte, com certeza teria mais moral para cobrar o que realmente fosse de obrigação do serviço público.
 
Arlene Felisberto em 14/08/2013 19:55:01
Gastaram uma nota preta pra reformar essa praça. Interditou o local, incomodou a população e agora a prefeitura abandona o lugar ? Será que não dá para um caminhão pipa passar por la e jogar uma água nas plantas ? Ja passei pela Afonso Pena e vi estes caminhões varias vezes regando o canteiro central que agora também esta abandonado. Mas é sempre assim : Se foi outro quem fez eu não vou cuidar porque não foi obra minha. Deixa acabar que eu faço de novo com o dinheiro do povo. Vamos criar vergonha na cara e cuidar da cidade nobres políticos. Nosso dinheiro não é capim e se vocês acham que o somos burros, repensem suas atitudes para que não sejam vocês os animais a comerem grama.
 
Jose Batista em 14/08/2013 19:44:47
pergunta ao proprietário da empresa projeto 2001, que ele explica os motivos, afinal era esta empresa que fazia a manutenção do local.
 
daniel roland em 14/08/2013 19:11:22
Essa é a mudança que o povo queria! Uma cidade linda, agora tão mal cuidada no total abandono.
 
José Amaral em 14/08/2013 19:08:29
O que vocês estão vendo é comum em Campo Grande. Sempre comentei, sobre o descaso das autoridades para com Parques e Praças na capital.
Esses Prefeitos(todos), constroem os Parques e Praças e jogam, sem manutenção para a população.
Em Curitiba, a Prefeitura faz manutenção, repõe as plantas danificadas e jogam água(afinal é alimento para as mesmas). Não esqueçam, que o clima de Curitiba é úmido, contrário de Campo Grande, onde as plantas que conseguem sobreviver, enfrentam a SECA, só recebem água quando CHOVE.
Parabéns!!! ao Campograndenews pela matéria. Peço a gentileza, de ficarem em cima dos nossos Parques e Praças, até os tais órgãos competentes tomarem vergonha, fazendo de fato a sua parte.
 
Neyde de Oliveira em 14/08/2013 18:51:08
Ué mas segundo nosso ilustre ex prefeito a iniciativa privada iria cuidar do local, quem tá fazendo isso, cade?
 
Junior Ferreira em 14/08/2013 18:41:25
se a prefeitura não cuida, acaba, acho isso muito errado, foi investido dinheiro nosso naquela praça, isso tá errado.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 14/08/2013 17:55:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions